Clicky

Jump to content
  • Sign Up
Sign in to follow this  
Leo Amarante

A Prostituição do Mercado de Hospedagens

Recommended Posts

Gente,

A finalidade desse tópico é apenas expressar minha opinião sobre a atual fase do mercado de hospedagem

A grande verdade é que hoje em dia com a grande quantidade de ferramentas é possível criar sites cada vez mais profissionais mesmo que o camarada tenha apenas uma revenda.

Já vi sites de hosts baseados em revenda da HostGator que eram melhor que do próprio provedor. Não pode-se julgar de trouxas pessoas que pesquisam e se deparam com sites altamente profissionais que exibem fotos, videos, e lindos textos dizendo que a "empresa" possui toda estrutura e o blá, blá blá que já sabemos.

Sendo que na verdade tratam-se de "garotos" ou "homens" de negócios que trabalham em casa revendendo hospedagem de forma honesta ou não. A não ser os casos em que o site do camarada é totalmente amador que de cara já da para desconfiar. Mas Como saber em um mundo virtual se a empresa realmente possui toda aquela estrutura? Pelo CNPJ?

Me desculpe mas isso qualquer um pode fazer usando um cadastro de algum "conhecido". Aqui mesmo no fórum tem usuários que dizem ter toda infra-estrutura, cnpj etc; mas basta um telefonema para ver que ninguém atende.

Isso eu digo por que já tentei ligar inúmeras vezes para diversas empresas que informam números fixos mas ninguém atende. Isso sem contar que a maioria são ramais virtuais. Nós que temos as "manhas" de identificar o que pode ser ou não uma furada, usando inúmeras ferramentas para saber quem é o titular, se possui revenda ou servidor próprio etc; e tal fica fácil.

Mas e o Zé da Padaria que trata-se de uma pessoa leiga, sem acesso a esses conhecimentos e pretende criar e hospedar um site? Infelizmente esses é que são vitimas... pessoas leigas que acreditem ou não somam em mais de 70% do PIB brasileiro.

O fato é que a culpa não é dessas pessoas e sim de aproveitadores que usam as próprias ferramentas que nós usamos e vendemos para ganhar dinheiro. Vejo no fórum colegas dizerem que as revendas representam mais de 70% de seu faturamento e outros que menosprezam essa prática por já terem evoluído para uma estrutura dedicada, mas esse mesmos que criticam revendas continuam disponibilizando tal serviço. Já pensaram que sem as revendas e VPS (a preço de banana) diminuiria grande parte da prostituição que virou o seguimento?

Mas se não existissem revendas quantos colegas aqui do Fórum não estariam no ramo Hoje e quantos nunca teriam a ideia de criar sua empresa? O que falta ao meu ver é regulamentação para a atividade.

Mas não cabe a mim falar como deveria ser, até porque não entendo disso. Mas tenho a certeza que a tendência é só piorar e não vai adiantar reclamar não... as facilidades para montar uma empresa virtual estão aí... nós mesmos somos disseminadores dessa prática. Apenas temos que separar o joio do trigo.

Edited by Leo Amarante

Share this post


Link to post
Share on other sites
Para mim esse mercado devia ser igual posto de gasolina, a base de preços tudo igual conquistariam o cliente com seus diferenciais.

Concordo em gênero, número e grau :P.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, use uma teclazinha com a palavra "Enter" escrita nela. Serve pra quebrar linhas e tornar o texto mais fácil de ler.

Concordo em gênero, número e grau :P.

Concordar com o quê? Você conseguiu ler isso?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cara, use uma teclazinha com a palavra "Enter" escrita nela. Serve pra quebrar linhas e tornar o texto mais fácil de ler.

Concordar com o quê? Você conseguiu ler isso?

Com muito sacrifício, mas eu consegui.


Portfólio atualizado (15/08/2014)DigitalPlanet.com.br

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cara, use uma teclazinha com a palavra "Enter" escrita nela. Serve pra quebrar linhas e tornar o texto mais fácil de ler.

Concordar com o quê? Você conseguiu ler isso?

Capaaz, desisti na 3ª linha, os olhos cansaram, ahahahh. Concordo com o que o Lucas disse.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tinha digitado um texto bem grande. Mas não vou dar moral pra esses bostas que estragam nosso mercado.

Simplesmente lastimável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao li inteiro também, mas...

Alguns pontos, preços diferentes: É ótimo, não é isto que está errado.

Controle do setor acredito que deveria ter um "e-bit" dos host avaliação mensal dos clientes, relatório de uptime, rigido controle sobre casos de falência, algum tipo de segurança para que os dados la hospedados não saiam do sistema muito menos sejam compartilhados...

E por aí vai.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Algumas coisas que você disse (Leo) eu concordo, agora você não pode menosprezar quem trabalha em casa.

Eu mesmo trabalho em casa, porém já tive um escritório em outros tempos onde eu trabalhava lá durante todo o horário comercial, mas agora tenho uma sala para atender os clientes, tenho funcionário lá, e vou lá apenas quando preciso, no mais economizo gasolina e ajudo a não tornar o trânsito de minha cidade um lixo.

Acho que existem n casos, e o home-office é uma tendência, desde claro que a empresa tenha CNPJ e tenha ao menos um ponto comercial com alvará, que emite NF, etc.

Edited by hostbr

Share this post


Link to post
Share on other sites
Acho que existem n casos, e o home-office é uma tendência, desde claro que a empresa tenha CNPJ e tenha ao menos um ponto comercial com alvará, que emite NF, etc.

Escritório Virtual é a nome disso. Exemplo:

http://www.regus.com.br/

ps.: nos EUA isso já existe a algumas décadas.


Essencial Host - Hospedagem de sites, blogs, lojas virtuais e administração de servidores
blogdohost.com.br - Dicas para quem trabalha com hospedagem de site

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.




×
×
  • Create New...