Clicky

Ir para conteúdo

tiagocaus

Por que somente a registro.br é detentora dos domínios nacionais?

Posts Recomendados

Por que somente a registro.br é detentora dos domínios nacionais?

Com serviços arcaicos "ter a necessidade de enviar cartas!!!", não ter a capacidade de poder criar um modulo para o WHMCS. Pelo que sei foi um grupo de pessoas que se dispôs a fazer.

 

Porque não pode haver concorrência de empresa similar a registros internacionais?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas em todos os domínios são assim.

TLDs .net .com e .name, se não me engano, são todos operadoras pela Verisign, que então revende para outros, que vende para os clientes.

A Verisign também não oferece módulos para WHMCS, somente uma API para provedores, que é o que o registro.br oferece.

Se você se tornar PROVEDOR, aí sim poderá criar um módulo e integrar com seu sistema. Se não temos revendas nacionais de domínios tipo ResellBiz Brasil, é porque não tem muito interesse, já que a margem é pequena.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acredito que a Internic seja o similar no registro.br, quem cria os módulos não são a Internic ou o Registro.br, são os intermediadores, mas de fato o registro.br está muito atrás, talvez porque está no brasil, porque ao menos o nome do diretor é de peso, Demi - o sobre nome não sei - algo como Getschko.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hour ago, tiagocaus said:

Por que somente a registro.br é detentora dos domínios nacionais?

Com serviços arcaicos "ter a necessidade de enviar cartas!!!", não ter a capacidade de poder criar um modulo para o WHMCS. Pelo que sei foi um grupo de pessoas que se dispôs a fazer.

 

Porque não pode haver concorrência de empresa similar a registros internacionais?

Porque somente a Verisign é detentora dos domínios .com e .net ? Um registro de domínios precisa garantir unicidade (ex: só pode existir um google.com), e isso só se consegue com uma única organização. O que é diferente de .com/.net para .br é que a Verisign não vende diretamente ao titular, apenas por canais de venda homologados pela ICANN, enquanto o Registro.br tanto vende diretamente quanto via canais de venda, mas não requer que esses canais de venda sejam homologados pela ICANN. Não há concorrência no .com/.net, que são administrados exclusivamente pela Verisign. 

Sua informação sobre o módulo está errada; sua primeira versão foi escrita totalmente por mim, que sou funcionário, e serviu de base para um redesenvolvimento do zero feito por outro funcionário, o Flávio Yanai, com algumas contribuições minhas. Hoje o módulo tem algumas contribuições de usuários, mas ainda é pouco; o objetivo de publicar em open-source (o que você vai notar é muito raro no mundo de domínios, que em geral fecha e codifica os programas) era que a comunidade participasse mais do desenvolvimento. 

Veja o log de commits no GitHub antes de afirmar esse tipo de coisa: https://github.com/registrobr/whmcs-registrobr-epp/commits/master

E no que você quiser ajudar, é só dar fork, fazer alterações ou incluir novos recursos, e será incorporado ao código... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
42 minutos atrás, jgmoura disse:

Acredito que a Internic seja o similar no registro.br, quem cria os módulos não são a Internic ou o Registro.br, são os intermediadores, mas de fato o registro.br está muito atrás, talvez porque está no brasil, porque ao menos o nome do diretor é de peso, Demi - o sobre nome não sei - algo como Getschko.

Demi Getschko https://pt.wikipedia.org/wiki/Demi_Getschko

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
51 minutes ago, jgmoura said:

Acredito que a Internic seja o similar no registro.br, quem cria os módulos não são a Internic ou o Registro.br, são os intermediadores, mas de fato o registro.br está muito atrás, talvez porque está no brasil, porque ao menos o nome do diretor é de peso, Demi - o sobre nome não sei - algo como Getschko.

Na verdade o similar ao Internic (ICANN) é o CGI.br. O similar ao Registro.br é a Verisign, e quem escreveu grande parte do módulo de .br para WHMCS foram sim funcionários do NIC.br (Registro.br é o nome do serviço, a empresa é o NIC.br). 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em todo mundo é assim, a diferença é que as regras e formas de trabalhar são diferentes.

Para mim os 2 pontos chatos da Registro.br é a transferência de domínios e a questão do CPF vinculado a conta. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minute ago, Thiago Sabaia said:

Em todo mundo é assim, a diferença é que as regras e formas de trabalhar são diferentes.

Para mim os 2 pontos chatos da Registro.br é a transferência de domínios e a questão do CPF vinculado a conta. 

A transferência de domínios é fruto do modelo jurídico brasileiro; no modelo norte-americano e de vários outros países onde se aplica a "Common Law", se alguém disser que tem direito a transferir um domínio as empresas podem aceitar isso como verdade, e se não for quem disse que tinha mas não tinha que paga o pato. A palavra do cidadão comum tem fé pública. 

No Brasil, somente os cartórios tem fé pública... e daí vem os procedimentos de transferência de domínios, de cancelamento de domínio, de reabilitação de ID... 

O CPF vinculado você se refere ao quê exatamente ? Eu pensei em duas questões diferentes e queria ver qual a que pega para você... 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, rubensk disse:

O CPF vinculado você se refere ao quê exatamente ? Eu pensei em duas questões diferentes e queria ver qual a que pega para você... 

Você registra um domínio .br em uma empresa, ai quando vai registrar o segundo em outra não consegue pois o CPF já está vinculado na conta do Registro.br do primeiro lugar que você registrou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Just now, Thiago Sabaia said:

Você registra um domínio .br em uma empresa, ai quando vai registrar o segundo em outra não consegue pois o CPF já está vinculado na conta do Registro.br do primeiro lugar que você registrou.

Isso tem dois vértices: modelo de canais de venda e questões de segurança. Na parte de canais, isso existe para atrair os canais a trazerem clientes... na parte de segurança, a que um cliente não tenha algum domínio constrangedor registrado em seu CPF/CNPJ, por exemplo a-record-e-uma-droga.com.br registrado no CNPJ da Globo. 

Tanto isso quanto a transferência seria muito facilitada por e-CPF/e-CNPJ, se funcionasse a parte de assinaturas da ICP-Brasil (que na prática não funciona de forma interoperável) e se todo mundo tivesse e-CPF/e-CNPJ e os registrars aceitassem isso nas transações. 

Enquanto isso não acontece, temos olhado alternativas para permitir um uso mais simples de vários registrars, inclusive para aumentar a competição e beneficiar o consumidor. Notar que hoje já é possível cancelar usar o Registro.br poucos dias após registrar um domínio com um provedor de serviços, e notamos que isso é o mais usado ao invés de esperar 60 dias para registrar em outro lugar. 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

O Portal do Host

Dicas para sua empresa de hospedagem. Artigos, notícias, tutoriais e os aspectos da indústria de hospedagem.

Limestone Networks

A LSN tem sido parceira e patrocinadora do PDH, fornecendo uma plataforma segura e confiável.

Cloud - Servidores decicados - Co-location
×