Clicky

Jump to content
  • Sign Up

rubensk

Platinum member
  • Content Count

    2,870
  • Joined

  • Last visited

3 Followers

About rubensk

  • Rank
    (opiniões pessoais, não posições da empresa)

Personal Info

  • Name
    Rubens Kuhl

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Aceitação de débito vai sempre depender do adquirente... Cielo, Stone, PagSeguro etc. Você já tem ou imagina ter contrato a CIelo, citada no link acima ?
  2. De 200 a 300 ms, dependendo da rede de origem no Brasil e de destino na Alemanha. Se quiser fazer alguns traceroutes, e1.e.dns.br fica em Frankfurt, wiki.rrpproxy.net também fica na Alemanha, em St. Ingbert.
  3. Eu acho que não é zoeira não, é real... pelo menos parece muito com o que se vê em registro de domínios.
  4. Já no mês de Junho, para o qual as inscrições já estão abertas e vão pelo menos até 19.06 15h, os ligados ao PDH me pareceram estes aqui: cloudhost.com.br cloudhosting.com.br cloudy.com.br dominioseguro.com.br fazersite.com.br globalsite.com.br nextcloud.com.br sitedecompras.com.br smartcloud.com.br smartplace.com.br smartstore.com.br solucoesweb.com.br soundcloud.com.br xcloud.com.br
  5. SSL de qualquer CA dá o mesmo peso em SEO.
  6. Não é só no Let's Encrypt, você pode usar SNI com Apache, nginx ou qualquer web-server desta década. Gente querendo IP dedicado é desinformada por achar que precisa para SSL, quando não precisa. Agora, se o pensamento for de questões de reputação ou de bloqueios a outros sites no mesmo IP, aí pode ser. Mas vocês chegam a vender DV ? Pq certificado DV é o tipo de coisa que quando o cliente entender o que é, vai ficar bravo de alguém ter vendido isso para ele...
  7. Se a resposta foi rápida, significa que você não apontou para o servidor com que queria connectar através do comando server. Se foi mais lenta, você pode ter tentando conectar no ambiente de produção a partir de um IP não autorizado.
  8. Você está cobrando pela automação da renovação do Let's Encrypt, que expira em pouco tempo - a cada 3 meses. Se a loja não quer, aí que pague por algo... mas que seja um certificado OV ou EV. Certificado DV não tem mais valor algum, apesar de alguns ainda cobrarem... Quanto a IPs dedicados, isso não é mais verdade agora que existe SNI. Não gaste IPs dedicados com SSL, pois é um bem ultra-escasso para ser usado no que realmente precisa de IP dedicado.
  9. Pague 0 no Let's Encrypt, cobre quanto lhe der na telha e seus clientes pagarem, 100% de margem.
  10. Formalmente não tem. Informalmente, os bancos estão em grupos de compartilhamento de threat intelligence onde rola de tudo: domínios de phishing, fraudes de boletos, malware... às vezes já consegui ações rápidas nesse sentido, outras não adiantou nada.
  11. Sim, mas todo banco tem um sistema que permite importação de arquivo para registro dos boletos. Então é manual no sentido de que alguém precisa enviar o arquivo, mas não precisa entrar um por um...
  12. Os dados de CNPJs são públicos, tanto nas JCs quanto na RFB quanto no WHOIS; os dados de endereço postal de domínios registrados por CPF são privados, mas há uma grande disponibilidade de bases no mercado "informal" com as informações complementares necessárias como endereço. Já e-mails estão publicados no WHOIS nos dois casos.
  13. https://registro.br/boletos-maliciosos/
  14. Diversos sobre o que foi postado acima: - Este post em blog misturou alhos com romanos. O Registro.br não precisa seguir no .br política da ICANN alguma, que se aplicam apenas a gTLDs como .com, .rio, .bom, .final, .site, .app, .net, .online etc. - Além disso, no caso específico de gTLDs ele está desatualizado, pois a ICANN reviu a política de dados de registro por causa da regulação européia GDPR. O que está em vigor no momento é a TempSpec, há um grupo (do qual eu faço parte inclusive) trabalhando da implementação de política de dados de registro fase I, e as regras da fase II estão em discussão num grupo de trabalho. - Como já citado, a constituição brasileira veda o anonimato. Assim, o nome tem que estar publicado, e isso se aplica não apenas a .br, mas a todo titular brasileiro de qualquer domínio de qualquer lugar. Eu já alertei vários registrars internacionais de que eles estão se arriscando ao ocultar nomes de brasileiros do WHOIS, mas parece que eles só vão acordar quando acontecer que nem com um registrar chileno que teve seus funcionários brasileiros presos, contas bancárias congeladas etc. - Agora, o nome estar publicado não significa que endereço de e-mail e endereço postal precisem estar publicados. No .br o endereço postal de pessoas físicas já não aparece, e nada impede de usar como e-mail de registro do domínio example.com.br example-com-br-contato@gmail.com que faz forward para seu e-mail já sem spams e se um dia você cancelar o domínio, cancela o forward e já era. E um serviço de privacidade em gTLD que troque apenas o endereço de e-mail e o endereço postal pelo serviço de encaminhamento deles está em conformidade com a legislação brasileira e com regras da ICANN. - Já publicar o CPF é uma escolha do Registro.br para resolver alguns problemas: - permitir que alguém saiba que seu CPF foi usado indevidamente para um registro ; - permitir diferenciar homônimos ; - permitir que investigações de segurança e direitos de propriedade correlacionem um domínio abusivo detectado com os outros domínios que esse titular tenha. Fora a parte de homônimos, há soluções para as outras que não precisariam da publicação do CPF... se o SERPRO disponibilizasse uma consulta do tipo "Há algum homônimo para essa pessoa ?" já estava resolvido. Ainda assim, alternativas estão sendo pensadas e acho que será possível omitir o CPF desde que algumas outras informações e métodos de consulta passem a existir. - Pessoas jurídicas já tem CNPJ, endereço, sócios e tudo mais publicado pelas juntas comerciais e pela Receita Federal. É inócuo não publicar qualquer desses dados.
  15. O problema é que os domínios baratos tem péssima reputação... esses 2 que você citou aparecem com frequência nesta lista aqui (hoje eles não estão, mas logo voltam): https://www.spamhaus.org/statistics/tlds/. Faça um teste você mesmo: registre um novo domínio nesses TLDs, e envie uma edição do seu mailing por ele (From, MAIL FROM, Reply To). Veja se você tem as mesmas taxas de entrega e leitura ou se diminui.

×
×
  • Create New...