Jump to content

Internet Oferece Oportunidades Para Pequenos Empresários


Recommended Posts

É possível montar empresa para fazer sites com pouco investimento.

Na página da fonte, tem um video.

1902893.jpg

A internet é um dos negócios mais promissores da década. E o melhor: este mercado gigante está cheio de oportunidades para pequenos empresários.

Hoje, é possível montar uma empresa para fazer sites com pouco investimento.

O empresário Mauro Marcon apostou e se deu bem. Ele constrói sites para empresas, sendo que 90% dos clientes ficam em São Paulo.

O investimento inicial foi de R$ 10 mil, dinheiro para mobiliar o espaço e comprar dois computadores. O negócio prosperou e hoje ocupa 150 metros quadrado, tem sete funcionários e virou exemplo de sucesso para quem quer entrar nesse mercado.

“As pessoas que decidirem apostar nesse mercado, e se apostarem com profissionalismo, formar uma boa equipe e com respeito ao cliente, tendem a ter sucesso”, diz.

Do total, 80% dos clientes da empresa são pequenos empresários. Para este público, o preço tem de ser atrativo. Há sites até por R$ 1 mil. São módulos prontos, o cliente escolhe o formato. Depois é só personalizar com cor e fotos. Os sites mostram a empresa, descrevem os produtos, apresentam opções de pagamento.

O grande segredo para ganhar mercado é cobrar barato, bem abaixo do que se cobra no mercado. “A grande maioria das produtoras, para ter lucro, tem que alugar o estúdio e cobrar diária [referindo-se a vídeos]. Entre R$ 5 mil e R$ 6 mil uma diária. O que nós fazemos aqui é ter bons parceiros, produtores e vender no volume.Nós rateamos com os pequenos clientes, um dia único de gravação, e aí todos os pequenos têm o seu custo mais baixo”, diz.

Os sites que a empresa vende é o próprio cliente que gerencia, faz as atualizações e ainda economiza. Mas a empresa também oferece manutenção por R$ 180 ao mês. E aí entra o trabalho de geração de negócios. A gerente de marketing Patrícia Saul sabe como tornar os sites dos clientes conhecidos. “Nós trabalhamos na otimização do site, tanto em veículos pagos, com links patrocinados, otimização através das ferramentas do próprio site”, revela.

Hoje em dia, ter um site é quase obrigatório para competir no mercado. Em 2012, o comércio eletrônico deve faturar mais de R$ 30 bilhões. E a maior cidade brasileira tem outro bom motivo para apostar nos negócios virtuais. Em São Paulo, a lei cidade limpa proibiu a propaganda nas ruas. Sumiram outdoors, displays, placas, as construções apareceram. E boa parte da verba publicitária aplicada nas ruas foi dirigida para uma mídia em plena ascensão: a internet.”

Para montar uma empresa de construção de sites, o investimento inicial é de R$ 10 mil. O negócio exige estrutura mínima: um telefone, um notebook ou tablet para apresentar os projetos.

Os contatos são feitos na própria empresa do cliente. O interessado precisa de pelo menos dois tipos de profissionais: um analista que faz a programação técnica e um web designer, que cuida do visual.

Segundo o consultor Maurício Ghetlel, o site precisa ser simples e atrativo. A dica do consultor para quem quer estourar rápido no mercado é buscar parcerias. “Agência de publicidade, normalmente, pega sites todos os dias, por necessidade de seus clientes. Então, ele pode começar a operar através de agências de publicidade, e posteriormente, ganhando um pouco de fama, indo diretamente a seus próprios clientes”, sugere.

Elidia Lombardi é a dona de uma loja de pisos laminados. A empresária queria melhorar as vendas. Para isso, contratou a empresa de Mauro para fazer um site.

A loja dobrou as vendas depois que fez o site. Uma enxurrada de 25 novos clientes todo mês. Foi o investimento em marketing mais baixo e de maior retorno da história da empresa.

E a tecnologia fez do site um poderoso instrumento de venda. O cliente clica no produto e já vê como o piso vai ficar. Todo mês, a página muda e surgem novas promoções.

“O custo benefício é excelente. Se você for fazer uma propaganda numa revista, uma página inteira você paga R$ 15, R$ 20 mil. Não tem nem comparação com o investimento que você faz através do site”, diz a empresária.

E para quem monta uma empresa de sites, o mais importante é construir reputação. Bom atendimento, qualidade do serviço e pontualidade na entrega são requisitos para crescer e faturar.

“Aqueles projetos nos quais você tem sites sofisticados, com muitas funcionalidades, aí você ganha dinheiro (...). Tem sites de mais de US$ 10 milhões”, afirma Ghetlel.

Fonte: http://g1.globo.com/...mpresarios.html

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

Do you agree with our terms?