Clicky

Jump to content
  • Sign Up
Sign in to follow this  
charless

Qual o melhor Cloud Computing no Brasil? Nuvem aqui é fumaça

Recommended Posts

O Cloud Computing chegou no Brasil como a Fórmula Indy: alardeado na mídia e promovido pelas grandes empresas interessadas. Na hora da largada, aquele momento onde você passa o cartão de crédito, vêm a surpresa e a decepção acompanhadas do doce-amargo sabor da verdade: fui enganado e só vi poeira.

Claro que essa sensação é para os técnicos. Os leigos simplesmente compram o frango e o guaraná e pensam que levam um bacalhau e uma Clericot.

O que é Cloud Server?

CloudServer nada mais é do que a evolução dos servidores virtuais. Uma cloud tem como características básicas e fundamentais: espaço em disco ilimitado e capacidade de crescimento ou diminuição do processamento e memória RAM de forma instantânea.

A história resumida do Cloud Computing

Os servidores virtuais antes eram limitados ao seu próprio tamanho e para modificar era necessário fazer um novo deploy. A VMWare, umas das grandes de tecnologia em virtualização, colocou a equipe de engenharia para trabalhar e lançou um upgrade, onde é necessário apenas o reboot do servidor. Além disso, os servidores virtuais passaram a armazenar suas informações em storages e então surgiu o CloudServer.

Cloud Computing fora do Brasil

Hoje a GoGrid é, sem sombra de dúvidas, a referência em Cloud Computing. Sua tecnologia permite que você administre a nuvem em uma interface simples, amigável, totalmente web 2.0. Com o arrastar do mouse é possível realizar o deploy de servidores virtuais e dedicados (físicos), criar storages (armazenamento) e ainda realizar Load Balancing com os servidores da nuvem; tudo em poucos minutos e cliques.

O mais interessante é que você paga pelo que você usa. Não há mensalidade fixa e o preço é justo e muito inferior ao praticado no Brasil. Existem alguns pacotes mensais que reduzem o custo e valem a pena também quando você tem dimensão mínima de quanto vai consumir.

Claro que não seria possível praticar os preços de lá aqui em nosso país, que além de não produzir a tecnologia de hardware necessária, cobra impostos altíssimos. Porém, em se tratando de software, o Brasil tem condições e potencial para oferecer o melhor, e é nesse ponto que começamos a história de ficção.

A dura e cruel realidade brasileira

No Brasil, o cloud computing é tratado como hospedagem. Você paga uma mensalidade por um pacote, que às vezes pode ser personalizado. O deploy de servidores demora em torno de 3 dias e é feito mediante a solicitação de serviço (chamados). O valor é um pouco salgado, dados os impostos praticados sobre os equipamentos importados, já que o Brasil não fábrica a tecnologia, tão somente, às vezes, monta as peças chegadas do exterior.

Enquanto no modelo estrangeiro você consegue ter desempenho dinâmico, ou seja, se você por acaso tiver uma demanda inesperada na sua aplicação, em 10 minutos você terá quantos servidores quiser à disposição e funcionando para suportar a nova demanda. No modelo brasileiro, você abre um chamado e aguarda pacientemente ou liga na central de atendimento esmurrando virtualmente o primeiro atendente e implorando por uma solução mais rápida.

Normalmente, esse mesmo atendente irá sugerir que você simplesmente aumente a capacidade do seu servidor virtual e dê um reboot para que as alterações entrem em vigor. O que não faz sentido algum, pois quando a demanda inesperada esgotar, você ficou com a conta mais gorda para pagar no final do mês. Enquanto isso, no modelo estrangeiro você simplesmente remove o servidor virtual extra com um clique e paga pelas horas que de fato utilizou.

Lembrando que disponibilidade faz-se verdadeiramente elevando o número de entradas (servidores), e não da capacidade individual de um servidor; e posteriormente atrelando-se a um Load Balance para equalizar as demandas por servidor.

Pois bem, no Brasil Load Balance ainda é coisa do futuro, não vi e não encontrei nenhuma empresa de hosting que ofereça. Ou seja, Load Balance? No Brasil? Monte uma estrutura dedicada e compre o equipamento você mesmo.

Além disso, as principais fabricantes para Cloud Computing (Intel e VMWare) disponibilizam APIs para desenvolvimento de aplicações de gerenciamento do hardware. Pergunte-se agora por que, então, as maiores empresas de hosting que oferecem esse serviço não têm um painel onde você mesmo pode fazer o deploy da sua infra-estrutura. A resposta é simples: é mais fácil desenvolver um painel que envia um e-mail ou abre uma OS no helpdesk do que contratar uma fábrica de software e oferecer um serviço de qualidade para o cliente final. Além disso, é mais "vantajoso" colocar um caminhão de dinheiro na mídia (TV, Radio, Revista e Jornal) do que oferecer tecnologia e flexibilidade ao cliente.

Essa semana visitei uma empresa brasileira que está desenvolvendo uma solução muito parecida com a GoGrid. Se de fato oferecem as mesmas condições ou próximas a isso como as estrangeiras, serei o primeiro a anunciar. Mas por enquanto não recomendo a contratação de Cloud Computing no Brasil.

A "tecnologia do futuro" ainda é futuro no Brasil.


Aprenda a ouvir...
...e ganhará o MUNDO !

Share this post


Link to post
Share on other sites

Excelente tema e muito bem abordado, parabens Charles!

Sobre o post concordo 100000% com o texto...


 Webin Serviços de internet Ltda.

 Revendas em Servidores USA e BR com CloudLinux, WHMCS grátis, Construtor de sites, DNS Personalizados...

 WebinHost (Hospedagem) l  WebinRevenda (Revendas) l  GrupoWebin

Share this post


Link to post
Share on other sites

Excelente post!

Este assunto foi discutido há alguns dias atrás e certamente o vmneto (netRevenda) vai vir aqui novamente pra tentar defender esse modelo de Cloud praticado no Brasil.

A verdade é que por mais que os empresários venham aqui querendo se justificar - e virão - Cloud (da forma como deve ser) ainda não é oferecido no Brasil. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns, muito bom o texto! Ainda tinha algumas dúvidas em relação ao cloud no exterior e no Brasil. Realmente, aqui no Brasil o preço está salgado :D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara adorei o tema como Marco falou, muito bem esclarecido e tirou algumas duvidas que eu tinha ainda....


CloudTi Servidores - CloudTI Games - CloudTI BR

Datacenter: Estrutura EUA SingleHop e Estrutura BR Datacorpore

Revenda Windows e Linux - VPS Linux e Windows - Servidores Cloud e Dedicados

Share this post


Link to post
Share on other sites

muito bom foi uma boa ideia falar sobre isso mesmo o brasil precisa dar suas melhoradas em produtos ligado a internet.


´´Respeite aos Outros para ser respeitado``

Share this post


Link to post
Share on other sites

É, Brasil tá o seguinte... pra ficar fácil, faça o segunte...

Vá até a bolivia... chegando lá, verás o Brasil à 40 anos atrás...

Pois é... agora veja o Brasil novamente... é assim que era os EUA a 40 anos atrás =]

Só pra ter uma idéia, enquanto 15 MB é internet TOP :confused: aqui no Brasil, 15 MB é a discada dos EUA... internet ruim lá é 100 MB... :(:(

Sabe quando a gente usava aquelas internet's discadas, que pra ficar mais barato, a gente usava só de madrugada, pra pagar só o pulso ? Pois bem... naquela época os EUA utilizava internet 15 MB...

Edited by Rodrigo Vieira

O que fazemos em vida.... ecoa na eternidade!

Share this post


Link to post
Share on other sites
É, Brasil tá o seguinte... pra ficar fácil, faça o segunte...

Vá até a bolivia... chegando lá, verás o Brasil à 40 anos atrás...

Pois é... agora veja o Brasil novamente... é assim que era os EUA a 40 anos atrás =]

Só pra ter uma idéia, enquanto 15 MB é internet TOP :confused: aqui no Brasil, 15 MB é a discada dos EUA... internet ruim lá é 100 MB... :(:(

Sabe quando a gente usava aquelas internet's discadas, que pra ficar mais barato, a gente usava só de madrugada, pra pagar só o pulso ? Pois bem... naquela época os EUA utilizava internet 15 MB...

Rodrigo, concordo em partes com você. Mas a história não é bem assim!

A conexão nos EUA não é tudo isso que você acha não. Pelo menos não na parte residencial.

Se você não sabe, ainda hoje existem vários provedores que oferecem internet discada lá nos EUA e existem muitos usuários utilizando isso ainda.

A questão da velocidade para residências também não é como você imagina.

Dá uma olhada aqui nos planos da Verizon:

http://www22.verizon.com/residential/highspeedinternet/#plans

Não tá muito mais barato que aqui no Brasil não!

Se sua cidade tiver GVT dá uma olhada nos preços. Internet de 5mb é na faixa dos R$59,90.

:p

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.




×
×
  • Create New...