Jump to content

VENDER SEM CNPJ


Katostudio
 Share

Recommended Posts

Bom, sei que já teve muitos tópicos aqui sobre CNPJ, porém todos desatualizados(de 2011 e etc) queria saber se na opinião de vocês hoje, seria possível continuar sem CNPJ? Acham que os clientes iriam olhar esse fato? Estou começando agora e pretendia abrir um CNPJ no final do ano ou até daqui 2 meses, alguém aqui que ainda usa o MEI para vender mesmo não sendo ideal para host?

Link to comment
Share on other sites

Olá,

Se você tem uma condição financeira saudável pode abrir CNPJ no CNAE 6311-9-00, mas recomendo contratar uma assessoria contábil de confiança. Caso esteja em recessão comece na informalidade até ter uma estabilidade financeira para abrir CNPJ. Na informalidade você pode vender para pessoas físicas sem problemas, mas se for vender para pessoas jurídicas será necessário ter pelo menos cadastro como autônomo na prefeitura de sua cidade, pois a pessoa jurídica ira emitir um RPA (recibo de pagamento autônomo) pois ela deve informar nesse recibo o quanto ela pagou para você e os impostos que foram recolhidos. De qualquer forma todo negócio no início demanda de muito planejamento (muito mesmo) e dedicação.

Abraços!

Link to comment
Share on other sites

4 horas atrás, Katostudio disse:

Bom, sei que já teve muitos tópicos aqui sobre CNPJ, porém todos desatualizados(de 2011 e etc) queria saber se na opinião de vocês hoje, seria possível continuar sem CNPJ? Acham que os clientes iriam olhar esse fato? Estou começando agora e pretendia abrir um CNPJ no final do ano ou até daqui 2 meses, alguém aqui que ainda usa o MEI para vender mesmo não sendo ideal para host?

Clientes direto a maior parte não se importa com CNPJ e etc. Eles vão contratar por você, seu serviço de venda ou indicações.

Agora, empresas e órgãos precisará ter CNPJ.

Não e o ideal, mas, e possível começar sem CNPJ, a partir do momento que tiver movimento, abrir, até porque quando abrir o CNPJ já terá custos fixo mensal, se não tiver renda para abrir, melhor não fazer no momento para não prejudicar. Nem sempre o inicio e fácil e terá muitas vendas, logo, quanto menos custos fixo tiver, pode te deixar mais leve para ir trabalhando.

Link to comment
Share on other sites

16 horas atrás, Katostudio disse:

Bom, sei que já teve muitos tópicos aqui sobre CNPJ, porém todos desatualizados(de 2011 e etc) queria saber se na opinião de vocês hoje, seria possível continuar sem CNPJ? Acham que os clientes iriam olhar esse fato? Estou começando agora e pretendia abrir um CNPJ no final do ano ou até daqui 2 meses, alguém aqui que ainda usa o MEI para vender mesmo não sendo ideal para host?

Independente do cliente aceitar ou não, é do seu interesse operar com CNPJ. Se você causar algum prejuízo prestando serviços como CPF, responde com todo seu patrimônio. Se você criar uma empresa, pode criá-la com responsabilidade limitada, o que como o nome diz, limita a responsabilidade ao valor do capital social. 

Para isso, você pode abrir uma SLU (Sociedade Limitada Unipessoal), mesmo sem sócios. A SLU substituiu a EIRELI. MEI só pode ser usado para atividades específicas, e hosting não está incluso nessas. Vai de SLU. 

Outra vantagem de ter CNPJ é poder ter nome fantasia, permitindo que sua marca seja também seu nome para efeitos legais. 

 

 

Link to comment
Share on other sites

13 horas atrás, rubensk disse:

Independente do cliente aceitar ou não, é do seu interesse operar com CNPJ. Se você causar algum prejuízo prestando serviços como CPF, responde com todo seu patrimônio. Se você criar uma empresa, pode criá-la com responsabilidade limitada, o que como o nome diz, limita a responsabilidade ao valor do capital social. 

Para isso, você pode abrir uma SLU (Sociedade Limitada Unipessoal), mesmo sem sócios. A SLU substituiu a EIRELI. MEI só pode ser usado para atividades específicas, e hosting não está incluso nessas. Vai de SLU. 

Outra vantagem de ter CNPJ é poder ter nome fantasia, permitindo que sua marca seja também seu nome para efeitos legais. 

 

 

O dono é responsável solidariamente, juridicamente qualquer juiz manda buscar os bens do proprietário caso a empresa não tenha recursos. basta ver quando uma dessas empresas de pirâmides são fechadas a primeira coisa que o judiciário faz é bloquear os bens pessoais do responsável.

Sobre o SLU, sempre vai ter um CPF por trás, no qual em caso de indenização a justiça vai adicionar como solidário

Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Fabio S Araujo disse:

O dono é responsável solidariamente, juridicamente qualquer juiz manda buscar os bens do proprietário caso a empresa não tenha recursos. basta ver quando uma dessas empresas de pirâmides são fechadas a primeira coisa que o judiciário faz é bloquear os bens pessoais do responsável.

Sobre o SLU, sempre vai ter um CPF por trás, no qual em caso de indenização a justiça vai adicionar como solidário

Não é verdade se as ações do controlador forem lícitas e não haja mistura entre PF e PJ, ou seja, a PJ só paga despesas da PJ e só manda dinheiro para a PF como pro-labore ou como distribuição de lucros. 

No caso de pirâmide a ação da PF foi ilícita, então a exposição do patrimônio se dá por aí, não por descaracterização da responsabilidade limitada da PJ. 

O ponto são ações que possam ser caracterizadas como tendo gerado prejuízo ou sendo imprudência, imperícia ou negligência. É nesses casos que a responsabilidade limitada da PJ protege o patrimônio da PF. 

 

 

Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, rubensk disse:

Não é verdade se as ações do controlador forem lícitas e não haja mistura entre PF e PJ, ou seja, a PJ só paga despesas da PJ e só manda dinheiro para a PF como pro-labore ou como distribuição de lucros. 

No caso de pirâmide a ação da PF foi ilícita, então a exposição do patrimônio se dá por aí, não por descaracterização da responsabilidade limitada da PJ. 

O ponto são ações que possam ser caracterizadas como tendo gerado prejuízo ou sendo imprudência, imperícia ou negligência. É nesses casos que a responsabilidade limitada da PJ protege o patrimônio da PF. 

 

 

Duvido que se uma empresa sofrer uma ação e for condenada a pagar danos materiais se vai ficar limitada somente aos bens da empresa, isso se aplica a caso de falencia, dividas e etc somente e olhe lá.

Link to comment
Share on other sites

1 minuto atrás, Fabio S Araujo disse:

Duvido que se uma empresa sofrer uma ação e for condenada a pagar danos materiais se vai ficar limitada somente aos bens da empresa, isso se aplica a caso de falencia, dividas e etc somente e olhe lá.

Mostre um caso onde isso tenha acontecido. 

 

Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, rubensk disse:

Mostre um caso onde isso tenha acontecido. 

 

Em especifico teria que pesquisar, mas já ou vir falar em divida ativa? Se você não pagar os impostos da sua empresa, o estado pode ir atrás dos seus bens pessoais.

Senão era fácil, abria uma empresa não pagava nada de impostos, abria outra e assim ia levando.

 

https://chcadvocacia.adv.br/blog/execucao-fiscal-socios/

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...