Clicky

Ir para conteúdo

VTFerreira

Empresa Pública De Hosting

Posts Recomendados

Não sei se este post está no local correto, mas encontrei um órgão público oferecendo hospedagem de sites e fique em dúvida sobre como funciona isto.

Estou falando da Procempa - originalmente um órgão processamento de dados do governo municipal de Porto Alegre -  hoje oferece hospedagem comercial - apesar de fazer parte "da coisa pública". Pode ser que não tenha nada a ver, mas se a moda pega poderemos ter novos concorrentes no mercado de hosting, fundados e subsidiados com recursos dos impostos que pagamos. Soa estranho isso.

 

Se alguém puder esclarecer se isto é certo ou não do ponto de vista da lei, fico agradecido. Se for certo e correto, pode valer a pena procurar prefeituras mundo afora e fazer parcerias. =8-)

Seguem links:

http://www.procempa.com.br/default.php?p_secao=54

http://www.portoweb.com.br/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se existe Banco do Brasil e CEF e os demais bancos são obrigados a concorrer com eles e se em alguns estados existem emissoras de rádio e TV que são públicas, então deve ser algo legal.    Entretanto, existe uma tendência inversa, isto é, de estados e prefeituras passarem as operações para a mão da iniciativa privada em vez delas mesmas criarem empresas próprias para explorar ou operar certas atividades econômicas.

 

Vide as privatizações de estradas e outras situações parecidas.    Para o segmento de Hosting não é preocupante, entretanto, embora pareça que comercializar serviço de hosting não vá tornar-se algo comum, por outro lado as prefeituras e outros órgãos tem procurado evitar a contratação dos serviços de empresas de hosting, preferindo investir em servidores próprios com links dedicados para hospedar seus sites, ainda que o custo muitas das vezes seja mais alto do que assinar algum ou alguns planos de hospedagem em empresas de hosting.

 

Muitas universidades tem optado por este procedimento inclusive.    Mas por enquanto não há intenção de comercializar o serviço para terceiros, ainda que seja algo muito interessante do ponto de vista de redução de custo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso é interessante. Acho que a universidade federal daqui tinha algo parecido no setor de TI, mas empresa-escola algo assim.

 

Fiquei na dúvida sobre isso também...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso é interessante. Acho que a universidade federal daqui tinha algo parecido no setor de TI, mas empresa-escola algo assim.

 

Fiquei na dúvida sobre isso também...

Empresa júnior tem regulamentação e limites do que pode fazer conforme o campo - mas ainda assim está dentro das finalidades da universidade. Já no caso das prefeituras, é finalidade oferecer hospedagem comercial financiada com o dinheiro público? Oferecer wi-fi de graça em pontos públicos eu entendo como inclusão digital, mas hospedagem.. e paga?

O colega citou os bancos como órgãos públicos, mas na verdade são empresas de capital aberto onde o governo é acionista majoritário.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Empresa júnior tem regulamentação e limites do que pode fazer conforme o campo - mas ainda assim está dentro das finalidades da universidade. Já no caso das prefeituras, é finalidade oferecer hospedagem comercial financiada com o dinheiro público? Oferecer wi-fi de graça em pontos públicos eu entendo como inclusão digital, mas hospedagem.. e paga?

O colega citou os bancos como órgãos públicos, mas na verdade são empresas de capital aberto onde o governo é acionista majoritário.

 

Por favor, sem distorções.    Em nenhum momento afirmo que bancos sejam órgãos públicos ou mesmo dou a entender que sejam, nem os comparo com tais.    Já quanto a serem empresas de capital aberto tal como é a Petrobrás, qualquer pessoa sabe que são empresas e não órgãos públicos, inclusive numa parte eu digo que: "Existe uma tendência inversa, isto é, de estados e prefeituras passarem as operações para a mão da iniciativa privada em vez delas mesmas criarem empresas próprias para explorar ou operar certas atividades econômicas".

 

Só alguém com conhecimento jurídico aprofundado no tema pra falar se pode ou não, então não sei se a a existência de alguma função social numa empresa do governo é preponderante pra justificar ou não seu modus operandi.

 

Como eu disse anteriormente, não vejo como tendência o que a PROCEMPA está fazendo, portanto não vejo como preocupante para o mercado de hosting, mas é fato que a participação das empresas de hosting como prestadoras de serviço para as prefeituras e universidades deve continuar caindo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aqui no meu Estado, no caso o Pará.

Existe o PRODEPA. Empresa de processamentos de Dados do Governo do Estado. O mesmo e responsável pelos registros .pa.gov.br

A vários anos oferece hospedagem com baixo custo para as prefeituras e quem utiliza o endereço a cima. Eles tem um Data Center aqui na capital do estado com uma estrutura pequena mais até legal para suportar este trafego.

 

Eles não chegam a ser um concorrente, já que existe muitas limitações do serviço, burocracias como nos demais órgãos públicos que logo o responsável pelo TI começa a utilizar muda para outro provedor se no caso tenham recursos para contratar algo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O colega citou os bancos como órgãos públicos, mas na verdade são empresas de capital aberto onde o governo é acionista majoritário.

Tenta se tornar acionista na CEF  ^_^ ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Infelizmente aqui no RS parece que estamos indo na contramão, o governo acaba de recuperar algumas estradas pedagiadas e criou uma empresa para "cuidar" destas estradas, não deu 3 meses já está um lixo. Na minha visão (bem capitalista) o governo tem q cuidar daquilo que não existe atuação e regular aquilo que existe, infelizmente não faz nenhum dos dois direito e ainda se enfia a querer atuar onde já existe oferta pela iniciativa privada.

O bom é que como sempre e mesmo com todo os diferenciais dados ao governo, nunca conseguem fazer algo que presta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Para mim toda e qualquer empresa pública é falha, cabide de emprego e lavagem de dinheiro de corrupção.

 

Na verdade toda a máquina pública é assim. Governo falho, leis abusivas e servidores com promoção automática e descaso com o cidadão. Deviam privatizar o governo e os serviços públicos.. não trabalhou direito é rua por justa causa.

 

Não é isso @Rodrigo V, o imposto do seu trabalho - que você ergueu sem qualquer ajuda do governo - será usado para manter e expandir a empresa pública que irá roubar seus clientes, detonar o seu negócio e lhe fazer vender as cuecas para encerrar seu CNPJ. Só isso.. rs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

O Portal do Host

Dicas para sua empresa de hospedagem. Artigos, notícias, tutoriais e os aspectos da indústria de hospedagem.

Limestone Networks

A LSN tem sido parceira e patrocinadora do PDH, fornecendo uma plataforma segura e confiável.

Cloud - Servidores decicados - Co-location
×