Jump to content
Sign in to follow this  
PedroS

Aumente A Segurança De Seu Servidor

Recommended Posts

A segurança é algo essencial a qualquer servidor.

É extremamente importante hospedar seus sites, sites de clientes e outros arquivos em um local seguro. Hospedar qualquer conteúdo em um servidor inseguro é muito arriscado, poder levar várias pessoas e empresas a perderem seus dados e arquivos, terem prejuízos por arquivos perdidos, pode até falir empresas. Por isso é sempre importante manter seu servidor com uma segurança extrema.

1. Configure a segurança e monitore o SSH.

O SSH é um protocolo de internet para comunicação e transferência de dados em segurança, em que o acesso é feito normalmente por um cliente, sendo o Putty (download aqui) um ótimo exemplo, e as ações são dadas por comandos. Abaixo temos boas dicas de segurança para o SSH:

  • Altere a porta de conexão padrão do SSH. Todo serviço voltado para a conexão pela internet possui uma porta de conexão. Por padrão, a porta de conexão do SSH é a 22. Para alterá-la, siga os seguintes passos:


    1.
    Digite
    nano /etc/ssh/sshd_config
    e dê enter.

    2.
    Procure por
    #Port 22
    .

    3.
    Apague o
    #
    e altere o valor de
    22
    para uma porta qualquer que não esteja em uso - recomendamos portas entre 3000 e 7000 - de maneira que fique como este exemplo: Port 5002.

    4.
    Segure a tecla CTRL e depois a tecla X, após isso digite a letra y e dê enter para fechar e salvar o arquivo.

    5.
    Lembre-se de liberar a porta escolhida por você e bloquear a padrão (22) no Firewall do servidor
    , caso ele tenha.

    6.
    Digite agora
    service sshd restart
    para reiniciar o SSH.

    7.
    Pronto! Seu SSH já está funcionando pela porta alternativa escolhida por você.

    • Configure bem um firewall e sistemas de seguranças para bloquear o IP do usuário caso erre a senha do SSH mais de 5 ou 7 tentativas, evitando que descubram sua senha por um método chamado "Brute Force".
    • Use e abuse do Host Access Control ( WHM (root): Main >> Security Center >> Host Access Control ). O Host Access Control serve para bloquear e liberar o acesso por IPs de diversos sistemas como SSH, FTP, HTTP, etc. É recomendável que deixe, na segunda linha o sshd bloqueado, e caso precise do SSH, adicione uma permissão para seu IP apenas na primeira linha. Quando acabar de utilizar, apague o conteúdo da primeira linha. Veja um exemplo:
      hostaccess.png
    • Use sempre senhas complicadas, não ligadas a sua vida (tanto pessoal quanto a de trabalho) e modifique sua senha frequentemente. Se sua empresa chama Host1, evite senhas como senhaHost1.

    2. Configure um Firewall

    O firewall tem como objetivo aplicar uma política de segurança a um determinado ponto da rede, impedindo-a de sofrer quedas provocadas de proposito, para atrapalhar o funcionamento daquele servidor. Atualmente o Firewall (software) mais utilizado para Linux com cPanel/WHM é o famoso CSF (Config&Server Firewall - Arquivo readme - Guia de instalação). Instale-o e configure da melhor maneira possível.

    3. Recompile o Apache

    Recompilar o apache é instalar os módulos necessários para o bom funcionamento do Apache, de maneira segura. Recompile o Apache em Main >> Software >> EasyApache com as opções que você julgar necessárias e seguras.

    4. Utilize monitores de recursos e monitore o seu servidor

    Instale softwares para monitorar os recursos do seu servidor, como o uso do Apache, uso da rede, os processos, etc, com esses monitores fica mais fácil para o administrador do servidor fazer o monitoramento do mesmo.

    5. Atualize sempre os softwares do servidor

    Manter softwares desatualizados é um dos maiores erros que um administrador de servidor pode cometer. Mantenha todos os softwares sempre atualizados, uma vez que sempre que há falhas, os desenvolvedores já irão corrigir e lançar uma nova versão mais segura que a anterior.

    6. Pequenas atitudes que protegem o servidor

    Desconfie sempre de estranhos, evite dar o acesso ao seu servidor a qualquer pessoa, a não ser que realmente confie nela. Utilizar senhas complicadas e sem informações pessoais protegem o servidor. Um "tópico" da área de Hacker é a Engenharia Social, que é justamente hackear a partir de dados pessoais, utilizar apenas da lábia, da conversa, da emoção e de outros artifícios para obter acesso ao servidor. Proteja-se da engenharia social com senhas do tipo 4Uagw!KoH}6Im2l e não do tipo meuhost987 ou namorada001.

    7. Cópias de segurança

    Mesmo tendo o servidor mais seguro do mundo, invista em backup (cópias de segurança), faça backup de suas hospedagens, de suas configurações, de tudo!

    E ai pessoal, o que acham das dicas acima? Vocês fazem alguma delas em seu servidor? Tem alguma dica a mais? Comente ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bacana suas dicas Pedro. Posso dizer que uso praticamente todas, principalmente a 6 rs

Quando crio uma nova senha para uma máquina ou qualquer outro aplicativo que esteja relacionado a gerenciamento, eu utilizo senhas geradas por geradores gratuitos (exemplo http://meuip.datahouse.com.br/gerador-senha.asp) utilizando sempre mais de 12 caracteres, símbolos especiais, números e letras minusculas e maiúsculas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bacana suas dicas Pedro. Posso dizer que uso praticamente todas, principalmente a 6 rs

Quando crio uma nova senha para uma máquina ou qualquer outro aplicativo que esteja relacionado a gerenciamento, eu utilizo senhas geradas por geradores gratuitos (exemplo http://meuip.datahou...rador-senha.asp) utilizando sempre mais de 12 caracteres, símbolos especiais, números e letras minusculas e maiúsculas.

É uma ótima medida por sua parte :) As senhas que utilizo também são todas enormes e aleatórias, isso dá muito mais segurança pro servidor, inclusive, até um ataque por brute force demoraria muito para encontrar a senha

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso também pode ser configurado sem cpanel ou plesk, no /etc/security/access.conf

Deve-se verificar que o modulo pam_limit está sendo chamado no /etc/pam.d/ssh


Hosting desde 1998.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso também pode ser configurado sem cpanel ou plesk, no /etc/security/access.conf

Deve-se verificar que o modulo pam_limit está sendo chamado no /etc/pam.d/ssh

Você se refere a qual das dicas? Só pra ficar claro pro pessoal, rs :)

Sobre as dicas, fiz pensando no cPanel.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Você se refere a qual das dicas? Só pra ficar claro pro pessoal, rs :)

Sobre as dicas, fiz pensando no cPanel.

Me refiro ao Security Center >> Host Access Control


Hosting desde 1998.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.





×
×
  • Create New...