Jump to content

Google: Grande Demais Para Quebrar (E Para Existir)


Recommended Posts

Google: grande demais para quebrar (e para existir)

Fez sucesso anos atrás um livro chamado Too Big To Fail. A expressão americana diz respeito a empresas tão grandes, que os governos não podem permitir suas falências - o estrago social seria monstruoso.

Frequentemente, se aplica a bancos. Por mais falcatruas cometidas, melhor enfiar dinheiro público lá que deixar quebrar e prejudicar milhões e milhões de correntistas e poupadores.

Político, naturalmente, sempre acha uma desculpa para entuxar nossa grana em cofres privados, sob essa e aquela justificativa.

No Brasil, mais de um terço do PIB nós pagamos de imposto, e temos pouquíssimo controle como o dinheiro é gasto. Mas é parecido em todo lugar.

Um caso recente e espetacular nos EUA foi o bilionário desfibrilador que a administração Obama aplicou na moribunda indústria automobilística americana. Os resultados ainda são duvidosos.

Que empresa você acha que é grande demais para quebrar? Com que produto, de que marca, você não consegue imaginar ficar sem? Pense um segundinho.

Desconfio que uma parte muito grande de nós responderia: Google.

sede-google-ok.jpg

Como fazer sentido de uma internet sem os poderes mágicos de busca do Google? Sem Google Maps, YouTube, Gmail?

O Google é grande demais para quebrar, com certeza.

Mais que isso: talvez esteja ficando grande demais para existir. Talvez seja hora do Google ser dividido.

O que não pode ser feito pelo mercado, só por interferência direta do governo do País onde a empresa tem sede, os EUA.

Em 2011, o faturamento total do Google foi de US$ 37,9 bilhões. A receita total de publicidade de TODOS os jornais dos Estados Unidos foi de US$ 24 bilhões - menos da metade do que foi em 2005. Por quê?

Principalmente porque o Google capturou a maior parte dos investimentos em classificados.

E o valor de mercado do Google em ações? É de US$ 200 bilhões.

Se a empresa vira pó amanhã, destrói pedaço considerável da economia americana, da internet mundial e das vidas de cada um de nós que usa os serviços do Google.

Outro exemplo assustador: a Apple, a empresa de maior valor de mercado do planeta. São R$ 550 bilhões.

Se um terrorista joga um avião na sede da Apple em Cupertino, e mata todos os gênios que trabalham lá, o que acontece?

sede-apple.jpgVale a pena correr o risco?

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2012/03/20/google-grande-demais-para-quebrar-e-para-existir/

Link to comment
Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...