Jump to content

Transferir Domínio .br


Flávio2

Recommended Posts

Olá,

 

Eu tenho alguns domínios no UOLHOST e gostaria de deixar para gerenciar diretamente pelo registro.br, mas eu estou com algumas dúvidas.

 

1) Eu tenho que pagar alguma taxa para a UOL por estar transferindo? (eu falei no chat, mas o atendente não sabia)

 

2) Eu já tive MUITOS problemas para alterar o DNS dos meus domínios na UOL, mas vale a pena deixar para alterar diretamente pelo registro.br?

 

3) Tem algum ponto negativo em deixar o domínio diretamente no registro.br?

 

Obrigado.

Link to comment
Share on other sites

Cara, coloca o domínio para verifica no registro.br, pega o id principal dele e coloca em login como se tu fosse entra com sua conta, ele vai informa que esse id não tem senha registrada e ira te manda registra ela, tu coloca novamente o id no campo e clica enter e eles iram te  enviar a confirmação para teu endereço de e-mail, depois  tu entra em teu e-mail, clica no link que eles iram te enviar e em seguida tu cadastra a senha após clica no link em teu e-mail, depois entra com o id e a senha cadastrada no painel da registro.br, depois vai em provedor e cancela ele, coloca nenhum, após cancela o provedor vá em domínio e muda o id dele para o principal e pronto, a uol registra domínios .br na registro.br

 

Lembrando, muitos domínios já vem com os ids todos único e não precisará mudar e sim cancelar o provedor.

DELTA SERVERS
SOLUÇÕES CORPORATIVAS!

Link to comment
Share on other sites

Olá,

Eu tenho alguns domínios no UOLHOST e gostaria de deixar para gerenciar diretamente pelo registro.br, mas eu estou com algumas dúvidas.

1) Eu tenho que pagar alguma taxa para a UOL por estar transferindo? (eu falei no chat, mas o atendente não sabia)

Não, não tem.

2) Eu já tive MUITOS problemas para alterar o DNS dos meus domínios na UOL, mas vale a pena deixar para alterar diretamente pelo registro.br?

O DNS próprio do Registro.br tem limitação de número de entradas e tempo de propagação alto (24h). Um outro serviço de DNS pode ser mais apropriado para uso profissional.

3) Tem algum ponto negativo em deixar o domínio diretamente no registro.br?

Você perde eventuais promoções do host onde o domínio sairia mais barato que no Registro.br.
Link to comment
Share on other sites

Eu recomendo deixar o dns no registro.br se você não tiver uma hospedagem (ex: domínio no wordpress.com).

Eles tem uma estrutura robusta, gerenciam todo o .br

 

Também prefiro pagar direto a fonte, eliminar atravessadores pode evitar dores de cabeça.

Link to comment
Share on other sites

Eu recomendo deixar o dns no registro.br se você não tiver uma hospedagem (ex: domínio no wordpress.com).

Eles tem uma estrutura robusta, gerenciam todo o .br

Também prefiro pagar direto a fonte, eliminar atravessadores pode evitar dores de cabeça.

Os servidores de DNS autoritativos do Registro.br são uma infra-estrutura diferente dos servidores de delegação.

Nesta apresentação tem a infra-estrutura de delegação:

ftp://ftp.registro.br/pub/gter/gter33/02-AtualizacaoDns.br.pdf

Os servidores de delegação tem 6 clusters (conjuntos de várias máquinas), sendo 3 no Brasil e 3 em outros continentes, e mais 23 servidores anycast espalhados pelo mundo, totalizando mais de 80 servidores. E todos eles respondem pela delegação de todos os domínios br. Esses servidores são usados por todos os domínios, quer eles estejam apontando para servidores DNS autoritativos do Registro.br ou não.

Já os servidores autoritativos do Registro.br estão presentes em 3 clusters apenas no Brasil, e cada domínio só está mapeado em 2 dos 3 clusters. O TTL é alto (24h), o número de entradas é limitado, os tipos de entradas DNS também. O foco desses servidores autoritativos é a hospedagem de domínios em serviços gratuitos (Blogger, Tumblr, antigamente o Google Apps) e estimular o a adoção de DNSSEC.

Apesar da disponibilidade do serviço autoritativo nos 2 anos em que ele existe ter sido de 100%, no longo termo não dá para esperar a mesma disponibilidade do serviço de delegação.

Link to comment
Share on other sites

rubensk, obrigado pela explicação mais técnica, mas eu me referia mais a experiência e corpo técnico do registro.br com do que estrutura física.

Mas não vou mentir, só conhecia a parte relacionada aos servidores de delegação, não imaginava como funcionava o resto.

 

Não sabia também do uptime, a um bom tempo deixo lá alguns domínios de clientes não relacionados a hospedagem e até agora não passei por problemas.

Link to comment
Share on other sites

rubensk, obrigado pela explicação mais técnica, mas eu me referia mais a experiência e corpo técnico do registro.br com do que estrutura física.

Como dizem na padaria, agradecemos a preferência... :-)

Mas não vou mentir, só conhecia a parte relacionada aos servidores de delegação, não imaginava como funcionava o resto.

Como os servidores de DNS autoritativo (*.sec.dns.br) são hoje todos unicast, traceroutes e queries tipo chaos te contam toda a estrutura... a delegação é mais sofisticada, você precisaria testar de umas 50 localidades diferentes para confirmar toda a estrutura.

Não sabia também do uptime, a um bom tempo deixo lá alguns domínios de clientes não relacionados a hospedagem e até agora não passei por problemas.

Foi o que eu disse, por enquanto foi de 100%. Mas olhando o histórico de problemas já enfrentados nos servidores de delegação, houveram situações que foram contidas por causa do número de redundâncias e diversidades que não estão presentes nos autoritativos. Uma outra que eu lembrei é que os servidores de delegação usam 2 softwares diferentes (BIND e NSD), e os autoritativos apenas BIND. Então daqui a 15 anos a expectativa é que não tenhamos tido mais nenhuma indisponibilidade nos servidores de delegação, enquanto nos autoritativos deveremos ter tido ao menos uma indisponibilidade.
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

Do you agree with our terms?