Jump to content

claudio65

Junior Member
  • Content Count

    49
  • Joined

  • Last visited

Personal Info

  • Name
    Claudio Silva
  • Location
    Rio de Janeiro - RJ

Contact info

Recent Profile Visitors

1,760 profile views
  1. Vou fazer um site totalmente novo, do zero. Só não decidi ainda se vou usar Joomla! ou WordPress. Mas isso vai ser só em Janeiro. Obrigado pelas críticas. Um abraço!
  2. Bom, dei uma repáginada no meu site principal, http://digirio.com Mas tenho mesmo que fazer um novo site. Eu não atualizo esse site acho que desde 2014, quando eu entrei em crise. Fiz o que alguns amigos sugeriram, tentei tirar um pouco de ruído do site. Ainda não decidi se vou fazer o novo site em Joomla! ou WordPress. Particularmente acho o Joomla! mais profissional, mas nem sei dizer porque. Preciso pesquisar por novas tendências e aprender mais sobre responsividade. Aproveito pra pedir a opinião sobre outro site que vai ser meu "produto de prateleira" pra tentar conseguir novos clientes: http://loja.virtual.rio.br Produzido com WordPress e transformado em um app na Play Store. Quem puder e tiver boa vontade de fazer uma crítica, eu agradeço. Valeu gente, um abraço!
  3. Beleza, cara! Era essa resposta que eu esperava. E eu concordo com você quando diz que meu site principal está muito ruim. Parece mesmo coisa feita por "sobrinho que mexe com isso". Mas é que eu desanimei. Praticamente abandonei meu site justamente por achar que o mercado estava em crise e que não ia adiantar eu fazer nada. Na verdade, ainda acho isso. Tanto que você foi o único que respondeu que ainda consegue fazer clientes no Rio. Também concordo que podemos fazer novos clientes em qualquer lugar. Mas acho meio difícil fazer isso sem ir até o cliente (fisicamente). Obviamente não tenho dinheiro para viajar por aí. Enfim, embora não tenha recebido as respostas que esperava, ou seja, mais gente aqui do Rio falando sobre como estão se virando para ganhar dinheiro. Todas as respostas apontam para um lugar comum. Preciso melhor a qualidade do meu trabalho. Meus sites estão muito amadores e sem atrativos. Ainda espero que mais gente fale abertamente (falar a verdade) sobre sua atividade no mercado: Quantos sites por mês? Quanto (em média) por um site? Principal dificuldade para fazer novos clientes? Muito obrigado a todos pelas críticas ao meu trabalho. É sempre bom ter seu trabalho avaliado por outros profissionais.
  4. Quebra meu galho. Dá uma olhada nos seguintes sites e faz uma crítica pra mim: http://digirio.com http://ireointernational.org http://loja.virtual.rio.br (esse design é o mais simples possível porque o objetivo é ser transformado em app para smartphone) Pode ser bem sincero, não vou achar que é grosseria não. Então, gente. Recebi várias críticas, e agradeço a todas elas. Acho que a gente tem que estar aberto às críticas se quiser melhorar. Ainda mais quando as coisas não estão dando certo, como é o meu caso. Mas ninguém respondeu as minhas principais questões: Vocês trabalham fazendo sites no Rio de Janeiro? Vocês estão conseguindo conquistar novos clientes? Vocês conseguem cobrar pelo menos R$ 1.000,00 (por um site com design contemporâneo)? Vocês tiveram uma queda de renda muito grande nos últimos 2 anos? O que vocês mudaram para se adaptar, melhoraram a qualidade do trabalho ou reduziram os preços? Por favor, sejam sinceros.
  5. Vocês me deram as respostas que eu já esperava. O que não quer dizer que estejam errados, muito pelo contrário. Acho que o que eu queria era isso mesmo, ouvir que eu só preciso trabalhar mais e melhor. Vou tentar fazer o que sugeriu o @MarksEliel. Preciso mesmo me atualizar. Eu trabalho com web há muitos anos. Comecei a mexer com plataformas usando o OsCommerce. Depois disso, usei várias, como Magento, por exemplo. Hoje em dia uso Joomla! e mais recentemente WordPress pra ganhar mais mercado e diversificar. Agora vou começar a apostar em um "produto de prateleira": loja.virtual.rio.br (visitem o modelo) No lugar de "loja" vai entrar o nome da loja de cada cliente. É um sistema de loja virtual baseado em WooCommerce, transformado em um app pela ferramenta webviewer do Android. A ideia é cobrar um preço fixo para cada cliente, sem alteração no layout e nas funcionalidades. E projetos específicos para quem quiser mais (e também pagar mais). Obrigado pelas respostas! Cheguei a cobrar 7 mil por um site em Flash (que hoje em dia nem existe mais). Bons tempos.
  6. Pois é. Estou com a forte impressão que o problema não sou só eu não. O que é bem pior, porque se fosse só eu, era só deixar de ser burro e aprender com os outros. Mas eu acho que é a crise mesmo no seu pior momento. Tomara que passe logo. Valeu!
  7. Trabalho com desenvolvimento de sites no Rio de Janeiro. Não estou conseguindo clientes, parece que ninguém tem dinheiro. O último cliente que eu desenvolvi alguma coisa, foi sistema de vendas online com atendimento de vendedores (uma loja virtual mas que não efetuava a venda completamente). Segui todas as orientações do cliente, fiz tudo o que foi pedido. Ele me pagou R$ 350,00 por mês durante uns 3 meses enquanto o sistema não entrava em operação. Na primeira semana que o sistema entrou em operação, foi feito uma venda de R$ 3.500,00 Logo depois disso, o cara parou de me pagar, não falou mais comigo, e deixou um recado com um funcionário da empresa pra eu tirar o site do ar. Nunca me deu nenhuma explicação. Esse é só um exemplo. Todo cliente que eu pego, inclusive o único cliente pagante que eu ainda tenho, está dando problema. Não estou conseguindo nem pagar minhas contas. Geralmente cobro desse jeito, um valor mensal que varia de acordo com o que o cliente pede (e também de acordo com o que eu acho que ele pode pagar). Sendo o menor valor R$ 150,00. Já tentei cobrar pelo serviço pronto, valores de R$ 350,00 para sites simples até R$ .1.500,00 para sistemas como loja virtual ou sites mais complexos. Mas também não consegui nenhum cliente. O que eu estou fazendo de errado? Estou cobrando muito caro? Tem alguém aqui do Rio que esteja conseguindo faturar uma grana boa com desenvolvimento de sites (pelo menos R$ 1.500,00 por mês)? Aceito sugestões.
  8. Não é bem assim. Mas acho que isso depende também do editor que você usa. Eu já usei pelo menos 3. Hoje em dia uso o VSDC. O que acontece é que o seguinte, quando você corta um vídeo é porque precisa inserir ou excluir alguma coisa. Usando o exemplo que você deu, de uma festa de aniversário, você pode querer inserir um outro vídeo de alguém falando alguma coisa sobre o aniversário. Nesse caso seriam já 2 vídeos. Para isso, o próprio editor vai criando as faixas conforme você corta o vídeo principal, e conforme você insere os outros vídeos. Dessa forma, você vai ter um número de faixas igual ao número de inserções e de cortes que você fizer. Você só pode ter uma única faixa se você vai somente cortar partes de um único vídeo, aí sim, você vai ter um único vídeo em uma única faixa de edição. Falei de mais, desculpa aí. Se tiver mais alguma dúvida é só falar. Um abraço!
  9. Muito obrigado pelas respostas. Acho que já ficou bastante claro, vou dar o post como encerrado.
  10. Entendi. Mas ficou uma dúvida. Eu posso ter registro do tipo MX nos dois servidores? Ou seja, eu posso rodar os serviços de email nos dois servidores ao mesmo tempo e o segundo servidor só entrar em caso de falha do primeiro? Como fazer isso, se fosse possível?
  11. Sou web designer e meu conhecimento em host é extremamente limitado. Tenho uma revenda de hospedagem e queria saber se é possível e também como fazer para ter uma redundância para os meus sites. Minha ideia é ter um servidor principal rodando os sites e emails dos clientes. E ter um servidor secundário (com menos recursos para ficar mais barato) que vai entrar somente quando o principal estiver fora do ar, e vai rodar somente os serviços de email. Nesse servidor secundário os sites seriam substituídos por uma página em HTML estática simples, informando que o site está fora do ar (para reduzir ao máximo o consumo de recursos). Mas as contas de email continuariam sendo operadas pelo servidor secundário, assim, os clientes poderiam continuar utilizando suas contas de email normalmente mesmo com o servidor principal fora do ar. É possível executar essa ideia? Como executar?
  12. Já pensei sim, mas no momento eu não tenho grana pra isso. Tá ruim de pagar a revenda, que é bem baratinho. Aqui no Rio de Janeiro tá difícil de ganhar dinheiro trabalhando. Já tive um VPS sem gerenciamento, mas por falta de conhecimento, eu vivia pedindo ajuda ao suporte. Aí achei que não era justo pagar menos porque não tem gerenciamento, mas ficar toda hora dando trabalho para o suporte. Então voltei para a revenda.
  13. Eu já uso uma revenda de um participante aqui do portal. Não sei nem se eu posso citar a revenda ou o cara, porque não quero nem queimar ninguém, e nem criar uma problema com um parceiro. Ainda mais que somos parceiros há muito anos. Mas o que acontece é que jã não é primeira vez que eu fico meio despontado com o suporte. Porém, talvez eu esteja só exagerando, pois foi muito pontual. Sei lá, estou na maior dúvida. Mas já descartei a Godaddy.
  14. Claro que sim. Muita coincidência. Eu to com o pé atrás justamente por achar que o marketing deles não é muito limpo. E pra mim, empresa que joga sujo, vai jogar sujo contra mim também. Eu só fiquei na dúvida porque achei o negócio muito bom. Depois vou ver se ligo pra eles pra saber mais detalhes e aí posto aqui o que sair da conversa. kkk ... Agora que eu vi o "É CILADA BINO" ... HA HA HA
  15. Estou pensando em trabalhar como revendedor da Godaddy. Mas não encontrei ninguém na web falando sobre isso (aqui no Brasil). Encontrei esse tópico aqui no fórum: Mas ele é de 2014. Então queria voltar na questão. Alguém já usou Godaddy pra alguma coisa? Alguém já tentou trabalhar no programa de revenda deles?

×
×
  • Create New...