Jump to content

Dicas Contratação Suporte Home Office


silas_i

Recommended Posts

Boa tarde,

 

Não sei dizer se este é o melhor local para postar minha dúvida, se não por favor, movam para o local correto!

 

Tenho uma empresa de hosting e quero contratar um funcionário homeoffice já que não escritório fixo e trabalho de casa para atender telefones, responder tickets, chats e algumas consultas e configurações no servidor. 

 

Minhas perguntas são:

 

- Alguém já passou por essa experiência de contratar um funcionário de suporte home office?

- Como foi realizado o período de treinamento/experiência?

- Como você controlou o funcionário na questão de horas trabalhas em atendimento?

 

Por enquanto é isso aí, 

 

Obrigado pela ajuda,

Link to comment
Share on other sites

Meus funcionários que trabalham remotamente, eu conheço todos eles pessoalmente antes mesmo de contratar. Por isso tive a confiança de deixar minha empresa na mão deles. Apenas um não tinha trabalhado nessa area, mas fui ensinando remotamente, tipo, um cliente abria um ticket, ai eu ia lá e explicava como resolver aquele problema.

 Super T Host | Revenda de Hospedagem SSD a partir de R$ 59,95 por mês
 Utilize o cupom PDH e ganhe 60% de desconto nos 3 primeiros meses nos planos de Revenda.
 www.superthost.com.br - WhatsApp 21 4125 4334

Link to comment
Share on other sites

Eu não controlava por horas trabalhadas, e sim por tickets atendidos.

 

Trabalharam comigo aqui do fórum o Lucas de Campo Grande, e o Rhuan. Nunca tive contato com eles pessoalmente. Só pela internet.

 

O Rhuan passou mais de 1 ano comigo, e já era fera no assunto. O Lucas, já sabia bastante coisa, mas foi se aperfeiçoando com o tempo.

 

Vale ressaltar que eles não eram contratados. Eram apenas prestadores de serviços.

Link to comment
Share on other sites

O homeoffice sempre deve ser visto como um facilitador, uma exceção e não uma regra em determinados tipos de negócio ou pra determinados departamentos. Mas isso é mais do mesmo.

 

Considero muito importante - "ter" - antes de começar:

 

- Contrato de trabalho adequado (com prazo determinado ou indeterminado);

- Esclarecer o que é e o que não é confidencial (pensa na dor de cabeça se o bendito candidato resolve trabalhar numa lanhouse em um dado dia);

- Analisar o perfil da pessoa e ver se ela tem competência pra trabalhar nesta modalidade. Ao contrário do que se pensa, é igual faculdade à distância, ou seja, à distância é pra poucos e muitos se arrebentam com facilidades;

- Avaliar o nível técnico do candidato.

 

Eu tenho experiências práticas tanto com o processo de seleção (numa certa etapa do processo) quanto de treinamento (a capacitação propriamente dita), e sigo o seguinte cronograma;

 

- O candidato fica entre 5 e 14 dias hospedado ( e sendo remunerado dentro do que a lei classifica compatível com o processo ) num hotel na cidade sede da empresa, e participando de treinamento prático e teórico no escritório. Geralmente você já consegue saber se a pessoa tem ou não vocação pra coisa nos primeiros 3 dias. O investimento vale a pena, ou seja, melhor gastar com hotel e alimentação e traslado e perder a contratação do que contratar primeiro e gerar uma frustração em cadeia;

 

- Após contratação, estabelece-se o periodo de experiência e o software FlexiStation http://www.nchsoftware.com/flexi/station.html pode ser aplicado;

 

- Após experiência, o equipamento exclusivo pra trabalho é cedido pela empresa com todos os tramites legais padrão;

 

- Uso abundante de um ambiente de treinamento online (forum, moodle, skype, chip corporativo móvel) para gerenciamento do conhecimento e da reciclagem do mesmo;

 

- Retorno a sede da empresa a cada ciclo de 90 dias, ficando por 3 dias inteiros trabalhando no escritório para alinhamentos diversos.

 

 

Isso esta muito sintetizado, mas asseguro ser o mínimo a ser feito para não ter um problema do tamanho da Internet contra você. E isso (grupo de ações) também não garante nada. Depois de muitos problemas diretos, passei a adotar o home-office como vantagem competitiva mas tendo os funcionários na cidade ou, no máximo, na região metropolitana. Casos de sucesso foram aqueles onde os candidator puderam resdir por um ou vários meses, de maneira intercalada ou não, na cidade sede da empresa.

 

No seu caso, é preciso definir horários e metas, além de se valer de auditoria sem violar a privacidade do funcionário. Dá-lhe outsourcing!

Link to comment
Share on other sites

Excelente resposta Eltern, como sempre, enriquecendo o fórum.

 

Conforme o Eltern falou e vai na mão de algumas correntes dogmáticas de RH, o trabalho em casa não é para todos, deve-se sempre impor metas de quantidade e QUALIDADE.

 

Como medir a qualidade de um suporte? Pelo número de resoluções resolvidas na 1a resposta técnica  após a fase de levantamento de detalhes (se for necessário).

 

Att,

Link to comment
Share on other sites

Post do Eltern, ficou show mesmo.

 

Ótima contribuição.

 

Com relalação a duvida do Silas, aqui em minha cidade eu tenho um intermediador chamado CIEE

 

Eu posso informar a vaga p/ ciee, que eles divulgam nas faculdades sobre estagio.

 

Os estagiários podem trabalhar até 6 horas por dia (inclusive no sábado)

 

Como a vaga é para trabalhar em casa e o meu escritório é home office, o ciee oferece a estrutura deles para eu poder fazer seleção com os candidatos..etc

 

É feito um contrato de trabalho entre o ciee e o estagiário, ao ciee eu pago apenas um seguro e ao estagiário pago o valor combinado sem precisar de CLT

 

 

 

http://www.ciee.org.br

AtarWeb.com.br • Hospedagem de Site + SSL Grátis
█ Revenda de Hospedagem CPanel e DirectAdmin SSD + SSL Grátis
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

Do you agree with our terms?