Jump to content
Sign in to follow this  
Janio Sarmento

Por que é que nunca vou vender minha empresa

Recommended Posts

Tenho um amigo que trabalha numa grande empresa de hospedagem, que tem mostrado ter o objetivo de tornar-se maior que a atualmente maior empresa de hospedagem web do Brasil. Para isso eles têm confiado no próprio poder de crescimento orgânico e na possibilidade de comprar outras empresas concorrentes de menor porte.

 

Um trecho de uma conversa nossa:

 

--- Minha empresa está comprando empresas de hospedagem, quer vender a sua?

 

--- Diga ao seu patrão que também estou comprando, mande ele fazer preço na dele.

 

É claro que eu não estou comprando empresa nenhuma, muito menos uma megaempresa. Entretanto, a minha disposição de vender minha empresa nem digo que seja igual à dele, mas sim extremamente menor: nula. Explico.

 

Quando abri minha empresa de hospedagem, há mais de sete anos, fi-lo porque não encontrava no mercado uma empresa que oferecesse, além da qualidade técnica e do preço justo, outros valores como transparência e honestidade.

 

No começo, não foi fácil. Era usuário de uma revenda, então parti para meu primeiro dedicado. Os custos eram mais altos do que eu conseguia arrecadar com os clientes, eu era obrigado a manter um outro emprego formal para poder me sustentar. Nunca quis trabalhar com VPSs até conhecer a tecnologia Xen --- que hoje é a base de 80% dos meus negócios --- porque eu não acreditava que VPSs que não fossem comparáveis a hardware físico não poderiam ser bons para meu cliente.

 

No decorrer destes quase oito anos construí um relacionamento bastante sólido com meus clientes, que acima de tudo tornaram-se meus amigos. São verdadeiros fãs do meu serviço de hospedagem, porque sabem que quem está cuidando dos servidores deles é alguém que já demonstrou que mais importante que o dinheiro que recebo mensalmente pelos serviços prestados é a satisfação de meus clientes.

 

Esta semana alguns de meus clientes foram afetados por um problema de conectividade no datacenter que deixou alguns servidores inacessíveis. Foi uma downtime relativamente longa, bem mais do que seria normalmente aceitável. Durante a crise, havia clientes recomendando meus serviços no Twitter, e ante a nota de que seus sites estavam offline eles respondiam: "é pontual, acontece muito raramente e eu recomendo muito essa empresa".

 

Se eu vendesse minha empresa agora estaria botando preço em dinheiro nessa confiança que os clientes têm em mim. Eu estaria traindo tanto a confiança do cliente quanto esses anos todos de trabalho.

 

Eu não vou vender nunca minha empresa de hospedagem porque não trabalho só por dinheiro. Mais importante do que ele são os valores construídos nesses anos de relacionamento com os clientes. E isso não tem preço.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.





×
×
  • Create New...