Clicky

Jump to content
  • Sign Up

Ricardo Moura

Bronze
  • Content Count

    3
  • Joined

  • Last visited

Recent Profile Visitors

205 profile views
  1. Obrigado pelo feedback. As vezes o fato de eles aparecerem como disponíveis para revenda pelo painel do resseler e em consequencia o whmcs aceitar pode acabar ludibriando o revendedor kkk. Vou deixar desativado até segunda ordem então.
  2. Alguém tentou usar o resseller club com conta de revendedor criada pra quem tem liçenca do WHMCS pra vender os dominios .com.br , .net.br nesses últimos dias??? Pergunto porque iniciei usando a enom pros dominios internacionais e acabei passando pro resseller pois a maioria dos preços estão abaixo do enom, no custo para o revendedor e me deparei com a situação lá da disponibilidade destes domínios, mas ainda não fechei a venda de nenhum. Gostaria de saber se alguém teve esta experiência positiva ou negativa ultimamente (setembro/2017) com estes dominios br, que antigamente pareciam não funcionar na hora do registro.
  3. Me desculpem reviver o tópico, mas sou novo no fórum e vejo que muito dos assuntos nao comentados a algum tempo pode ser de grande valia para quem está chegando agora. Vou dar minha opinião de quem começou a pouco tempo na atividade de hospedagem e no meu caso é a visão de quem não tem como principal renda esta atividade. Comecei meio que sem querer por curiosidade em aprender e gosto por por estar o serviço para conhecidos e familiares e acabou entrando no ramo. No meu caso contratei uma VPS da OVH a mais ou menos 1 ano e comecei a aprender e praticar conceitos de administração de servidor, configuração, linux etc. Depois resolvi utilizá-la para hospedar 3 sites próprios e fazia sem usar nenhum gerenciador justamente pra praticar e aprender. Depois de um tempo comprei uma licença cPanel e uma do Whmcs pra aprender a lidar com estes gerenciadores e painel de controle o que sem duvida facilitou muito o gerenciamento dos meus sites. A partir daí 3 amigos pediram pra hospedar o site deles também e cobrei um valor simbólico ja que eu tinha cerca de 200 reais por mês separado só para "estudar" e "brincar na VPS". Com o tempo comecei também a fazer sites para familiares e amigos e hospedar na mesma VPS e recentemente após bastante estudo achei que era a hora de tentar algo mais abrangente haja visto que a VPS e as licenças mensais ja se pagavam sozinhas e até então o lucro não era meu objetivo já que tenho minha renda mensal proveniente de outra fonte. Aï veio o grande impasse . Após ler muito o que os companheiros do fórum citaram sobre experiências pessoais e orientação a outros usuários, principalmente sobre a parte de algumas situações específicas que podem ocorrem pela falta de conhecimento, optei por pegar um plano de Hospedagem da A2 hosting que me custa metade do que eu gastava com VPS mais licenças. A revenda possui licença cpanel e whmcs embutida no valor e me da a tranquilidade de ter a estrutura gerenciada por uma empresa maior o que supri a falta de algum conhecimento técnico mais avançado da minha parte. Vou te dizer, no meu patamar de quem acabou entrando no mercado aos poucos e não visa necessariamente o lucro rápido, foi o melhor que fiz. Talvez se me mantivesse em uma VPS, realizando a pratica não adequada de 1 IP pra dois nameservers ou nao conseguisse resolver uma demanda de segurança eu poderia perder de uma vez só os poucos clientes fidelizados que tenho. Hoje com o plano de revenda de hospedaegm aliada à propaganda em redes sociais, email-marketing e boca a boca, unido a uma estrategia básica de SEO e marketing consegui alguns bons clientes clientes e fechar o mês com um extra que não esperava. (Lembrando que não é minha renda principal), feliz por estar em constante aprendizado e por deixar muita dor de cabeça de lado. Sei que minha realidade pode não ser o da maioria, mas fica o relato como mais um depoimento sobre o assunto. Quem sabe mais pra frente posso voltar até a optar por uma VPS ou por necessidade ou por me sentir pronto para ser o gerenciador 100% do sistema. Mas vale a máxima. O caminho não é fácil e em um mercado saturado como este o que vai imperar é a sua estratégia de marketing unido ao "saber vender" e principalmente fazer o possível para não ser "mais do mesmo". Procure de toda forma ter alguma singularidade e busque oferecer algo diferente ou inovador, algum serviço personalizado, algo que possa lhe fazer ter motivos a mais para alguém contratar seus serviços. Resumindo. Se está começando, não tem disponível um alto valor de investimento e principalmente se falta algum conhecimento técnico, faça a auto-crítica, estude e vá de REVENDA!!

×
×
  • Create New...