Jump to content
Sign in to follow this  
AngelCosta

Meus erros de 2009 no mundo da hospedagem

Recommended Posts

Com esse meu relativo "sucesso" neste respectivo blog/portal que vos fala, eu admito, sem vergonha nenhuma, que deixei a minha própria hospedagem às moscas. Os meus cuidados restrigiram-se ao suporte sob demanda, uma reestruturação forçada do site e outras coisas menores. Não é à toa que o ditado "casa de ferreiro, espeto de pau" tem lá sua validade. O portal consumiu boa parte do meu tempo.

 

Nem indo, nem voltando

Eu fiz mais serviços em 2009, ganhei mais do que em 2008, mas o meu número de assinaturas não aumentou consideravelmente em relação ao ano anterior. O crescimento progressivo de uma empresa é sinônimo de estabelecimento do seu negócio e consolidação da sua marca. Não crescer significa que você não é melhor nem pior que a concorrência. Apenas quer dizer que você não se destaca no seu ramo. E daí para a comodidade e a estagnação é um pulo.

A propaganda ainda é a alma do negócio

Por pura falta de programação, eu não anunciei este ano. Bem, os anúncios que eu fiz eram de serviços e do portal, pro meu host nada. Cheguei a conclusão de que o importante é anunciar. Não importa onde. Pode ser no super-saturado Adwords, se você quiser. Mas existem mercados não tão explorados como o serviço do Yahoo, do Terra, Uol que atingem uma outra fatia do mercado. Estou, a partir de hoje, criando um fundo de marketing (a minha conta poupança) ao qual reservarei 25% do meu lucro líquido. Eu pretendo anunciar em cada serviço com potencial desde que sejam empresas sérias. Os resultados eu divulgo aqui, na nova categoria, diário de bordo, que conterá resultados de testes que farei ao longo do ano em meu host.

Parcerias

Apesar de ter enfatizado constantemente sobre a importância das parcerias para a diversificação de serviços, eu mesma não levei isso ao pé da letra. Outra vez por falta de organização e de prioridade, perdi várias chances de lançar serviços novos, exclusivos ou inovadores que iriam agregar um valor imenso ao meu host. Tenha sempre em mente que ao escolher um parceiro, a confiança e a qualidade do serviço e do suporte devem ser os primeiros itens a ser considerados no fechamento da parceria.

(Não) Transformando demandas em oportunidades

Meus clientes constatemente enviaram e-mails perguntando sobre recursos que eu não oferecia, como hospedagem windows, revendas de hospedagem e de domínios. Pessoas de fora - não-clientes - também me consultaram sobre este serviços (e outros). Estou criando uma lei que me obriga a considerar um serviço ou recurso novo sempre que mais de 3 pessoas me procurarem com bastante interesse. Oferecer o que os clientes querem demonstra comprometimento, fidelidade, mostra seu caráter inovador, etc.

Dominando o mercado local

Eu ofereço hospedagem a algumas empresas locais importantes da minha cidade. Se você perguntar sobre o meu host, ninguém vai saber do que se trata. Péssimo, certo? Mea culpa, mea maxima culpa. Eu sempre tratei com eles como pessoa física e não como Netmundo. Nenhum entra em contato comigo pelo site ou usa a central do cliente para emitir ou pagar faturas.  O lado positivo é que a confiança deles em mim e no meu serviço me rende boas indicações. Para mudar este cenário, tenho uma estratégia em mente. Ela envolve cartões de visita, panfletos, anúncios em jornais/sites locais e alguns patrocínios para ganhar maior visibilidade. Meu maior dilema neste caso tem a ver com o preço do meu serviço. Para ser competitivo na internet, o preço tem de ser um;  já o mercado local (para competir com a atual concorrência) posso aumentar os meus valores atuais e ainda me manter competiviva.

Profissionalismo

Como falei acima, quero investir mais na minha marca: cartões de visitas, panfletos, papel timbrado, etc. Um 0800 está nos planos ou então números skype - pena que não haja voip para o ddd 98. Então me resta um fixo da embratel ou vivo - OI nem pensar. Fazer mais visitas aos clientes e aos possíveis clientes sempre é uma boa pedida. Ano passado, a TAM fez o favor de perder meu pseudo-notebook (eeepc). Daí, turbinamos meu desktop com mais 4gb de memória, uma placa de vídeo nvidia super-mega-hiper duca, monitor/tv de 32'' e.... agora meu marido não sai dele. Eu durmo ao som de Call of duty, Empire Earth, Unreal e coisas do gênero. E mesmo eu não gostando de notebook (do teclado, do touchpad, da tela, etc), vou precisar de um. E um eeepc não fica tão vistoso para os clientes. Um smartphone (compra que eu venho adiando) vai virar uma necessidade, pois vou passar mais tempo na rua. Já assinamos a Vex que tem hotspot em vários lugares aqui na cidade.

Suporte e presença online

Eu diria que meu sistema de suporte está otimizado ao máximo. Mas "educar" os clientes é outra "catiguria" de atividade. Tenho que ficar mais tempo online nos meios certos, como atendimento online e muito menos tempo em MSN (para fins de suporte ao cliente). Os meios sociais como Twitter, Facebook, Orkut estão na minha mira. Sabiam que é possível anunciar no facebook filtrando por idade, sexo, etc?

Make it work = atribuição de prioridades

No programa Project Runway, o Tim Gunn vê os desginers com mil ideias para uma roupa e a única coisa que ele diz é "Make it work" (Faça funcionar). Eu tenho muitas ideias interessantes, mas tenho que me condicionar a filtrar as que são efetivamente necessárias, as que são interessantes, as que vão dar resultado... Esse foi um dos motivos de ter juntando tudo no portal, mas mantendo o formato de blog (que tem funcionando melhor). Tenho que otimizar o meu tempo e dividi-lo de acordo com minha escala de prioridades. E tive ideias excelentes para o meu host, mas não pus nada em prática. Este ano, ele vai ser prioridade e o portal, apesar de um potencial imenso, vai ocupar o espaço não usado pelo netmundo e não tomar este espaço.

 

Bom, eu já sei o que vou fazer. Pelo menos, não recebi nenhuma quanto a qualidade do meu serviço. E isto significa que eu acertei de vez na escolha do meu provedor e do meu gerenciamento. Agora basta adicionar os extras e observar os resultados. Eu pretendo completar cada projeto que começei em 2009. E vocês vão poder acompanhar isso no diário de bordo.

 

E você, o que fez de bom e de ruim no seu host? Em 2009, você tomou decisões boas ou ruins para a sua empresa de hospedagem?


"I could while away the hours..."

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.




×
×
  • Create New...