Jump to content

anger1512169926

Z
  • Content Count

    9
  • Joined

  • Last visited

  1. Provavelmente se você trabalha com o público, já teve um cliente um tanto quanto... desagradável. “Seu serviço é uma bosta” “O seu concorrente é MELHOR” “QUERO MEU DINHEIRO DE VOLTA” “Vou registrar uma ocorrência contra vocês” “Vou processar vocês” “QUE LIXO!!!” “Vou criar uma reclamação no reclame aqui para essa porcaria!!!” “NADA FUNCIONA!!!!!!!!!!!!!!!” “VOCÊ SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO??????????” Pois bem, se você é um Empresário, quer que seus clientes gostem de sua marca, correto? Pois é. Eu tenho uma péssima notícia para você: Nem sempre é possível agradar todo mundo, mas, esse nem é o caso.. o caso é que cada pessoa tem um temperamento diferente. Mantendo a calma Mantenha a calma como se você tivesse ouvindo uma cena de um filme. (Embora alguns filmes e seriados venham a mexer com contigo, correto? Rsrsrs ) Mas a situação aqui é outra, você retrucar o cliente não vai te ajudar em nada e muito menos melhorar sua vida, vai apenas piorar. Responda calmamente e educadamente. Não insista Em alguns casos, insistir em dizer que o cliente é o culpado pode deixa-lo ainda mais irritado. Em vez disto, tente achar a solução com eu cliente, informe o que pode ser feito e se você quer mesmo ajudar, ajude-o a resolver. Em caso de cancelamentos, oferte uma vez algo como “migração para novo servidor e 1 mês gratuito como garantia de que o serviço melhorá”. Se o cliente não aceitar, não insista. Não fique ofendido Alguns clientes tem o prazer e falar mal do seu produto. Isto por que, é o temperamento dele e não temos como mudar isto. Novamente fique calmo e responda adequadamente para cada situação. Se for o caso, assuma o erro Vamos ser sinceros, em alguns casos você pode cometer erros. O melhor a fazer neste caso é assumir que houve alguma falha e pedir desculpas ao cliente e resolver a situação o quanto antes. A sinceridade é sempre a melhor resposta para o cliente, independente do caso. Existem N caso em que podemos ocorrer problemas com clientes, mas sempre manter a calma e ver a melhor opção para resolver o problema, é a melhor opção.
  2. Fazer uma análise de mercado inicialmente e a cada semestre é importante para poder se preparar para todo o tipo de situação que pode vir a ocorrer. CLIENTES/PÚBLICO-ALVO Esse é um ponto crucial em qualquer negócio. Pois sem clientes, não existe empresa. Antes de lançar um serviço, você precisa conhecer quem irá contratar o seu serviço. Na maioria dos casos um serviço pode abranger vários públicos alvos, mas sempre terá um que o serviço será contratado com uma % maior. É importante saber quem está contratando o seu serviço, pois quanto mais você conhecer o seu cliente, melhor saberá como trata-lo e como melhorar o seu produto para ele. Para conhecer seu público alvo, você pode contratar uma empresa especializada em pesquisa. Também pode fazer você mesmo, com questionários e observando os seus concorrentes. CONCORRENTES Agora que você já conhece o seu publico, você pode começar a analisar a sua concorrência. Prestar atenção na concorrência é fundamental para desenvolver o seu serviço. Pois você pode ver os pontos positivos do serviço e melhora-lo. A partir desta analise, você pode conhecer os erros que outras empresas do ramo cometem e já cometeram, e tentar evitar os mesmos a todo custo. Hoje em dia o mercado de hospedagem está saturado, é muito complicado uma empresa entrar no ramo de atividade e se manter em pé. Por isto você deve ficar atento a alguns pontos quando pensar em entrar para o ramo. Você tem capacidade técnica e administrativa? Qual será seu diferencial? Conseguirá entrar com um preço competitivo? Por que um cliente contrataria com você e não com alguém já consolidado no mercado? E o mais importante: Não ter medo da concorrência. O que os seus clientes querem? De nada adianta a opinião sua sobre o seu serviço. O que vale é o que o cliente pensa. Fazer pesquisa com seus atuais clientes, ajuda muito e você pode ter serviços novos para oferecer a eles e ter mais um produto/serviço ao portfolio, podendo abraçar outro público. Mas lembre-se, só lance um novo serviço quando você já estiver consolidado no seu principal produto. Estas são apenas algumas dicas de analise de mercado, você utiliza alguma outra em especifica? Não deixe de responder nossa enquete! [poll id=26]
  3. Em muitos momentos nos fazemos a mesma pergunta: O que eu posso fazer para alavancar minhas vendas? Canso de ver Tópicos sendo abertos no Fórum sobre este assunto repetidamente. Existem hoje vários tipos de marketing. Vamos listar alguns que são extremamente úteis em nosso mercado para alavancar vendas: Marketing de Relacionamento; Marketing Social; Marketing Direto; Marketing Indireto; Marketing de Resposta; Marketing de Fidelização; Marketing Digital; Cada um dos tipos de marketings citados acima tem suas funções positivas e de níveis de dificuldade de ser realizado. Marketing de Relacionamento Considero este o tipo de Marketing mais eficaz para o ramo de serviço mensalista. (Serviços que são pagos mês a mês). Podemos até chama-lo de “Marketing Alpha” se quisermos. Este, também pode ser considerado um fator crucial para perda de atuais e futuros clientes. O Marketing de Relacionamento tem como sua principal função manter um bom relacionamento entre empresa e cliente. A maior dificuldade de fazer este método eficaz, é quem está operando. Uma pessoa que não se mantém no controle e não sabe lidar com situações um tanto quanto desagradáveis como: Desestabilização do cliente, agressões por palavras, ameaças em tentar fazer o seu serviço do jeito que ele quer como “X empresa faz assim e vocês fazem assim” pode fazer com quê todo o planejamento no bom relacionamento com o cliente vá por água baixo. Ser agradável, compreensível e principalmente assumir os erros que acabam acontecendo, é crucial para chegar ao sucesso desta tarefa. Este Marketing é tão positivo, que ele acaba fazendo sozinho Marketing de Fidelização e Marketing Direto para sua empresa. Marketing Social Já não é de hoje que empresas ajudam Ongs e projetos beneficentes para pessoas e a natureza. O Marketing Social mostra que sua empresa é uma empresa que pensa no próximo, que quer fazer algo melhor para o mundo. Isto ajuda tanto, que impacta em vendas por que o cliente sentirá que também estará ajudando a instituição que você auxilia. Marketing Direto Considero este tipo o que mais trás vendas para nós. O Marketing Direto envolve muita pesquisa de mercado e com seus clientes. O principal fator é conhecer o seu cliente, pois assim você chegará ao uma conclusão que a maior parte do seu público é X e você pode planejar em cima disto uma campanha para atrair mais clientes do tipo X para você. Este processo pode ser usado pelos meios: Divulgação em Rádio; Google Adwords; Portais; Com a ajuda impecável do Marketing de Relacionamento, o Marketing Direto também é o seu cliente que faz por você. Tendo uma boa relação com seu cliente, o mesmo irá indicar sua empresa para amigos, conhecidos e afins, fazendo um Marketing Direto totalmente gratuito e apenas alcançado por causa do Marketing de Relacionamento. Marketing Indireto O Marketing Indireto é o menos utilizado em nosso ramo. É o time de Marketing de patrocínio. Como a sua marca na camisa de um time de futebol, na propaganda da TV ou apoiando um projeto. Este Marketing é eficaz pois grava no subconsciente das pessoas a sua marca, fazendo assim se um dia precisar, ele acaba ligando os pontos e chega até você. Marketing de Resposta Totalmente ligado ao Marketing de Relacionamento, este tipo de Marketing seria como um pós venda, um pós-cancelamento e uma área de solução de problemas de comunicação com o cliente. O ReclameAqui é o nosso principal inimigo. Manter uma boa postura lá, garante uma boa imagem para você. Marketing de Fidelização O Marketing de fidelização também é ligado ao nosso Marketing alpha que é o Marketing de Relacionamento. Neste tipo, o objetivo é fidelizar o cliente com promoções para X contratações, tempo de cliente faturas em dias, etc.. Tudo que o cliente fez de bom com a empresa deve ser levado em conta. Uma boa chamada para iniciar seria um sistema de pontos para o cliente.. pontos que são gerados por tempo de cliente, faturas em dia, etc. Marketing Digital Nos últimos 3 anos a comunicação em redes sociais cresceu muito. O Marketing Digital está ligado a todos os outros tipos de marketing já falados neste post. Aqui sua empresa vai mostrar a importância que dá em se comunicar com o cliente. Quando falamos em se comunicar é deixa-lo informado sobre novidades, promoções, etc. Ter uma página no Facebook que seja bem administrada, ajuda muito na comunicação. Pois assim você também conseguirá manter sua marca forte no pensamento dos seus Clientes. E você, conhece algum outro tipo de Marketing que seja bom para nosso ramo? E qual Marketing você acha melhor para nosso mercado? Comente! Não deixe de responder nossa enquete! [poll id=26]
  4. Falamos há 4 meses atrás sobre os efeitos da alta do dólar no mercado de hospedagem. A situação piora a cada dia e já temos o dólar cotado a R$ 3.00 e subindo. O que podemos fazer para não cair e se adaptar a este aumento constante? 1º Prepare seu cliente Não mude seus preços de uma hora para outra. Analise com calma a situação e avise seus clientes atuais com pelo menos 3 meses de antecedência. Explique a situação do dólar alto e como e o por que dos seus serviços dependem do valor desta moeda. 2º Não tenha medo da mudança Alguns vão pensar “Mais a empresa X, que é meu principal concorrente não mudou.” Bom, seria um pensamento que mostra que você tem medo do seu concorrente. Entendam, se nós precisamos mudar, eles em breve também mudarão. 3º Novos clientes devem já entrar com os novos preços Os clientes atuais devem permanecer o preço pelo tempo que você determinar, no tópico eu informei 3 meses pois é um tempo não tão longo para você e nem tão curto para o cliente também se preparar. Entretanto, os preços do seu site já devem ser modificados para as novas assinaturas já virem com seus novos valores. 4º Não altere os valores para algo absurdo Uma mudança drástica nos valores fará com que seus clientes corram de sua empresa. Releve que você pode tentar aumentar suas vendas para que suas receitas voltem ao normal. 5º Enxugue os custos Custos extras não são necessários. Os famosos “Estoques de emergência” (Quando vendas sobem drasticamente, grandes parte das grandes empresas tem servidores extras sobrando para este tipo de situação) são um custo que não são necessários, pois hoje em dia, a entrega de um servidor não dura mais do que 2 dias. 6º Reserve dinheiro para o Marketing O principal meio de vendas que as grandes empresas têm é o marketing online. Digamos que, as grandes só fazem isto online. Você tem poucas chances de conseguir vendas consideráveis pelo principal meio que é o Google Adwords, mas ainda assim, ao menos que você tenha um profissional adequado em sua cidade, ou em uma cidade qualquer, visitando e tentando trazer clientes (Sim, isto funciona!) o Google Adwords é o meio que mais vai lhe trazer assinantes. O jeito é ir se adaptando e não ter medo do que está por vir, pois o medo fará com que você se descontrole e acabe fazendo as coisas erradas.
  5. Às vezes algumas empresas dão o famoso passo maior que a perna e acabam com o passar do tempo entrando no vermelho. Existem algumas medidas que podem ser tomadas para tentar reverter a situação em alguns passos básicos que podemos definir como “Organização”. 1 – Identifique a causa do problema Em alguns casos, por a empresa estar no vermelho, não se sabe nem o que está gastando a mais para que isto tenha acontecido. Talvez, tenha um funcionário a mais, um produto que gaste um tempo de trabalho maior do que o retorno financeiro, ou até mesmo, gastos fúteis. 2 – Tempo é dinheiro Não tente agregar todos os produtos disponíveis no seu ramo de atividade de uma única sóvez. Vale a pena pensar que cada produto é um setor financeiro de sua empresa, e que ele deve ser autossustentável a rentável. 3 – Excesso de gastos desnecessários Nem todas empresas já começam com condições de ter 1 funcionário para cada tipo de função. Exe: Gerente de contas, gerenciador de serviço, suporte técnico nível 1, suporte técnico nível 2, etc. Em vez disto, procure manter um consultor que irá lhe ajudar a reverter a situação no lugar de algum funcionário. 4 – Divida bem o tempo com sua equipe Em uma empresa de Host, os funcionários tendem a ter um tempo um pouco mais ocioso, pois nem sempre tem algum problema. Divida as tarefas em tempo mais hábeis, fazendo com que o período integral do funcionário seja realmente aproveitado. 5 – Abra o jogo Não há por que ter vergonha em fazer uma reunião de equipe para comentar a situação da empresa e motivar o seu pessoal a dar um pouco mais de si. Aqueles que ficarem com medo da situação e já dar sinais de decadência e que já está buscando outro emprego, (é bem provável que nunca foi um bom funcionário) e, muito provavelmente estava sendo um gasto desnecessário e também só estava ali sem nenhuma motivação pessoal de crescimento. Este tipo de funcionário você deve evitar. 6 – Renegocie as dívidas Se apertou e correu para o empréstimo bancário? E agora a coisa ficou feia e não consegue pagar? Fale com seu gerente e renegocie um valor melhor para saldar sua dívida. E quando isto acontecer, pense seriamente quando for fazer algum empréstimo novamente, pois os sistema de créditos do mercado possuem juros altos, e isso come os recursos da sua empresa sem você perceber. 7 – Aumente suas receitas com o marketing De nada adianta começar a reverter a situação sem começar a lucrar mais. Reserve um fôlego para o marketing, pois sem ele os seus potencias clientes não chegarão a você. Se precisar, trabalhe você mesmo um pouco mais para que isto aconteça, afinal a empresa é sua. 8 - Faça um planejamento para não entrar na mesma armadilha Depois de a situação ter sido revertida, é bom pensar no futuro da empresa para que não aconteça um Looping e você acabe voltando para o vermelho novamente. Veja seus balancete e recursos disponíveis para investimos e melhores para manter os seus clientes e atrair os novos, dando um salto em sua receita financeira. É óbvio que todas as dicas, só serão executadas da melhor maneira possível se você tiver a capacidade de administração de empresa e estiver realmente motivado a reverter a situação. Além do mais, com todos impostos de início de ano, é bom sempre fazer um planejamento (Mesmo estando no azul). E lembre-se, cada caso é um caso!
  6. Às vezes algumas empresas dão o famoso passo maior que a perna e acabam com o passar do tempo entrando no vermelho. Existem algumas medidas que podem ser tomadas para tentar reverter a situação em alguns passos básicos que podemos definir como “Organização”. 1 – Identifique a causa do problema Em alguns casos, por a empresa estar no vermelho, não se sabe nem o que está gastando a mais para que isto tenha acontecido. Talvez, tenha um funcionário a mais, um produto que gaste um tempo de trabalho maior do que o retorno financeiro, ou até mesmo, gastos fúteis. 2 – Tempo é dinheiro Não tente agregar todos os produtos disponíveis no seu ramo de atividade de uma única sóvez. Vale a pena pensar que cada produto é um setor financeiro de sua empresa, e que ele deve ser autossustentável a rentável. 3 – Excesso de gastos desnecessários Nem todas empresas já começam com condições de ter 1 funcionário para cada tipo de função. Exe: Gerente de contas, gerenciador de serviço, suporte técnico nível 1, suporte técnico nível 2, etc. Em vez disto, procure manter um consultor que irá lhe ajudar a reverter a situação no lugar de algum funcionário. 4 – Divida bem o tempo com sua equipe Em uma empresa de Host, os funcionários tendem a ter um tempo um pouco mais ocioso, pois nem sempre tem algum problema. Divida as tarefas em tempo mais hábeis, fazendo com que o período integral do funcionário seja realmente aproveitado. 5 – Abra o jogo Não há por que ter vergonha em fazer uma reunião de equipe para comentar a situação da empresa e motivar o seu pessoal a dar um pouco mais de si. Aqueles que ficarem com medo da situação e já dar sinais de decadência e que já está buscando outro emprego, (é bem provável que nunca foi um bom funcionário) e, muito provavelmente estava sendo um gasto desnecessário e também só estava ali sem nenhuma motivação pessoal de crescimento. Este tipo de funcionário você deve evitar. 6 – Renegocie as dívidas Se apertou e correu para o empréstimo bancário? E agora a coisa ficou feia e não consegue pagar? Fale com seu gerente e renegocie um valor melhor para saldar sua dívida. E quando isto acontecer, pense seriamente quando for fazer algum empréstimo novamente, pois os sistema de créditos do mercado possuem juros altos, e isso come os recursos da sua empresa sem você perceber. 7 – Aumente suas receitas com o marketing De nada adianta começar a reverter a situação sem começar a lucrar mais. Reserve um fôlego para o marketing, pois sem ele os seus potencias clientes não chegarão a você. Se precisar, trabalhe você mesmo um pouco mais para que isto aconteça, afinal a empresa é sua. 8 - Faça um planejamento para não entrar na mesma armadilha Depois de a situação ter sido revertida, é bom pensar no futuro da empresa para que não aconteça um Looping e você acabe voltando para o vermelho novamente. Veja seus balancete e recursos disponíveis para investimos e melhores para manter os seus clientes e atrair os novos, dando um salto em sua receita financeira. É óbvio que todas as dicas, só serão executadas da melhor maneira possível se você tiver a capacidade de administração de empresa e estiver realmente motivado a reverter a situação. Além do mais, com todos impostos de início de ano, é bom sempre fazer um planejamento (Mesmo estando no azul). E lembre-se, cada caso é um caso!
  7. Você trabalha com margem de lucro? Após as eleições no Brasil, que reelegeram a presidente Dilma, o dólar entrou em uma alta instável. Um dia após a eleição o dólar subiu 10 centavos indo à R$ 2,52. No dia seguinte, ele teve uma queda brusca e foi parar em R$ 2,42. Nos demais dias o dólar operou entre R$ 2,45 e R$ 2,50. A importância do dólar para o ramo de hospedagem O dólar é o fator chave para muitas empresas do ramo. Isto por que a maioria das empresas contratam servidores em Data Centers fora do País, onde se é utilizado como principal pagamento o cartão de crédito internacional. Se o dólar subir muito e se estabilizar, é bem provável que terá um acúmulo de ajustes de preços em todas as empresas do ramo. Cliente final, vamos com calma Nenhum serviço vai ter seu preço alterado da noite para o dia, então, você cliente final, não precisa ficar tão preocupado. Isto por que as empresas sérias trabalham com margem de lucro já imposta em uma possível alta do dólar. Muitas empresas fazem seus preços baseados no dólar a mais de R$ 3,00 + IOF o que já é um preço bem alto. Empreendedor deve ficar atento Entretanto, as empresas do ramo devem ficar atentas aos impostos que estão por vir, conforme este artigo. Com isto os nossos queridos políticos fazem toda a nossa estratégia atual ir por água abaixo. Certamente dentro dos próximos 6 meses vamos ver reajustes de preços. Se o dólar ficar alto, no Brasil vai valer a pena Isto seria um pensamento muito sonhador, já que no Brasil, além de um absurdo de caro, não temos estrutura adequada para isto. O Data Center da ALOG é ótimo, porém o custo é bem mais elevado do que ainda manter um serviço fora. Reajustes não é tão grave Já faz um bom tempo que o mercado de hosting tem seus preços cravados. Como todos os produtos, os serviços também tendem uma hora outra ter seu preço alterado. Afinal, tudo vai ficando mais caro, até o seu salário vai custando mais com os reajustes anuais. Quem vai se manter no mercado Aquele que tiver mais fôlego e caráter empreendedor, vai conseguir passar por cima deste legítimo tapa na cara, e vai manter o seu empreendimento de portas abertas, ou melhor, de site online. E vocês, o que acha destes novos desafios lançados no nosso ramo?
  8. Ótimos dicas! Fornecedores confiáveis é crucial. As vezes pessoas que nem possuem CNPJ, tem melhor serviço que muitos que possuem. Obrigado pela resposta!
  9. Muitos iniciantes, ou até mesmo os que já estão na área, se perguntam diariamente se existe um caminho certo para o sucesso no mundo gigante que é o Web Host. A resposta é simples: Não existe um caminho certo para isto. Se existisse um caminho que tu seguisses e ganharia o sucesso, todas as novas Web Hosts poderia seguir o mesmo caminho e tendo o tal sucesso. Veja algumas coisas que pode levar você a ilusão do mercado de hospedagem: http://portaldohost.com.br/geral/hospedagem-de-sites-e-coisa-seria De prontidão, veja este post http://portaldohost.com.br/administracao/existe-idade-certa-para-se-ter-um-host Você já terá uma pequena base de um conjunto de posts relacionados. De fato não existe um caminho certo. Mas tem algumas coisas que você pode seguir para ser um host de qualidade. Seu site importa. O conteúdo do seu site importa e muito. A aparência dele mostra o quão profissional você é, qualquer erro de escrita, ou uma imagem mal feita, pode passar uma aparência pobre para seu cliente. Seu host nunca é a melhor. Sim, sua host nunca é a melhor. Pode ser que para um cliente você agrada completamente, e para outro cliente seus produtos não são de boa qualidade. Você sempre tem que melhorar. Se você tiver sempre o mesmo conhecimento, você continuar crescendo, porém continuará com a mesma experiência. Estudo, interesse e esforço são tudo. Tenha um bom português. Da mesma forma que o site, a forma que você age com o cliente e de como escreve mostra o quão profissional você é. Erros normais são aceitáveis. Erros grosseiros são falta de interesse em aprender. Propaganda é a alma do negócio. http://portaldohost.com.br/marketing/propaganda-e-a-alma-do-negocio-parte-1 Seu serviço tem que ter qualidade. Não adianta você se focar em trazer cliente, com um preço medíocre sendo que o serviço é fraco. Tenha competitividade e qualidade. Algumas horinhas de serviço fora do ar pode perder um par de clientes. 1 cliente satisfeito gera 3 clientes satisfeitos. 1 cliente insatisfeito gera mais de 20 insatisfeitos. Seu suporte deve ser forte. A sua atenção com o cliente deve ser crucial, pois um bom suporte traz mais confiança ao cliente. Mesmo que você tiver um problema, pois tudo é passível a ter problemas, pode acabar amenizando a raiva do cliente com um suporte explicando a situação. Os clientes falarão coisas que você não gosta de ouvir. Principalmente na hora que seu serviço apresentar falha, seu cliente será arrogante com você. Ouça, ignore, e tente explicar a situação. O cliente sempre tem razão. Vendo pelo lado do consumidor, não adianta você teimar com o cliente, ele sempre será dono da razão. Ele paga, quer que funcione. Ele está certo. (Infelizmente) Seja profissional com o cliente. Tem pessoas que são muito "amigas (os)" dos clientes e acabam criando um elo de "serviço com desconto, ou até mesmo gratuito". Não deixe chegar a este ponto, seja firme, seu negocio precisar crescer. Nunca desista. Já se diz uma velha frase "A palavra impossível foi criada por alguém que desistiu." Se você gosta mesmo do ramo de host e não entrou nele de paraquedas, você deve ter seus objetivos, não? Muitas pessoas iniciam e acabam caindo fora com o tempo. Entendam! É um mercado forte, mas precisa ser trabalhado em cima, tem milhões de concorrentes, mas tem mercado para todos. Nunca desista caso você queira sucesso. A paciência é amiga da perfeição. Jovens, que acham que podem ganhar dinheiro com o Host, está certo, podem ganhar dinheiro sim, porém você tem a maturidade certa para ser um prestador de serviços? Seguindo estas dicas você terá uma grande chance de fazer seu negócio prosperar, mas não se iluda achando que apenas seguindo isto você chegará ao sucesso. Tudo leva tempo, dedicação e uma grande maturidade e inteligência do fundadores, ou funcionário, para fazer o próprio caminho do Host para o sucesso.

×
×
  • Create New...