Jump to content
Limestone de cara nova! ×

DanielReis

Trainee
  • Posts

    77
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    7

Personal Info

  • Name
    Daniel Reis

Recent Profile Visitors

1,116 profile views
  1. Por um lado, isso não acaba por ser um tiro no pé? Pois não será possível diferenciar quem é nulled e quem não acessou a área de licença nos últimos 10 dias. Uma questão que eu não entendi, é se só vai aparecer como "licença inválida" ali na verificação ou se também vai dar o erro no momento que o administrador for querer acessar o painel "admin", informando que a licença é inválida? Pois se for assim vai ter muita reclamação.
  2. Aqui eu tenho uma licença Owned, fiquei bastante tempo sem renovar o suporte. Ela estava na versão 6.3. Em virtude da necessidade de atualizar a versão do PHP e alguns plugins (e por sorte), renovei no meio de março o suporte para poder utilizar versões mais novas. Pelo menos agora consigo utilizar a versão 8.1 e o que for lançado até setembro (quando fecha 6 meses do suporte). Acho que a intenção da WHMCS é justamente inviabilizar o uso das licenças lifetime, "obrigando" o pessoal a contratar as assinaturas mensais para manter o sistema atualizado para últimas versões e podendo aumentar o caixa deles. Acredito também que nenhuma ferramenta é insubstituível. É preciso ter a mente aberta e procurar, talvez, soluções alternativas, como um colega falou do Blesta. E, como foi mencionado, é uma pena que o proprietário do HostMGR não esteja dando a atenção necessária à oportunidade que ele tem agora com essa questão do WHMCS, podendo conseguir formar e fidelizar uma base de clientes brasileiros que estão atrás de um sistema de qualidade para gerenciamento de hosting.
  3. Nos últimos anos, o valor das licenças lá subiram bastante (em virtude do valor do WHMCS ter subido também pelo dólar, provavelmente), só que a qualidade do serviço não melhorou proporcionalmente em virtude desses aumentos.
  4. O problema é que o desenvolvedor deste módulo colocou os dados da URL do painel no campo "Servidor" e a string da chave no campo "Endereço IP", e o WHMCS, ao validar os dados para salvar, detecta que não são dados válidos. Um jeito, não muito recomendado, é você alterar direto na base de dados no ID do servidor em questão. Mas o ideal seria haver uma atualização, por parte do desenvolvedor, para que campos adequados fossem utilizados. Mas acho difícil de isso acontecer.
  5. Olá, boa tarde a todos. Estamos começando a trabalhar com o sistema de afiliados do WHMCS. No entanto, vimos que o cliente precisa "abrir um ticket" solicitando a retirada dos valores das comissões para que o "saque" possa ser processado. Haveria alguma forma de automatizar isso, ou seja, tão logo a comissão do cliente esteja disponível, ela já ser liberada como crédito do cliente, para que ele possa utilizar no pagamento de faturas, por exemplo? Eu procurei no forum e na internet algo relacionado a Hooks mas não achei. O máximo que achei foi essa relação de Hooks do WHMCS (https://developers.whmcs.com/hooks-reference/everything-else/), mas como não tenho muita experiência com a implementação dos hooks, queria ver se alguém pode dar uma ideia. Obrigado desde já.
  6. Boa noite. Essa configuração você realiza dentro de cada produto que você comercializa. Vá nas configurações do produto, até a aba "Outros" e o terceiro item é "Opções de Subdomínio" (pelo menos na versão 7.10.2, não atualizei ainda para 8). Basta você remover as opções que tenham ali listadas.
  7. Acho que é mais questão de cultura, de resistência à mudança. Quando os preços ficarem impraticáveis e realmente começar a doer no bolso, há clientes que vão mudar de ideia. Ainda mais para o usuário final, que somente vai fazer uso do painel para alguma configuração necessária, que não usa a todo momento. Com relação a suporte, por parte do desenvolvedor para quem faz e mantém a instalação do servidor, aí pode ser um diferencial a questão do cPanel ou de outro painel. Ano passado já foi o momento da oportunidade de os desenvolvedores amadurecerem seus produtos para fazer concorrência, mas por enquanto, ainda está aquém do necessário, por isso cPanel faz esses ajustes goela abaixo. WHMCS como também não tem concorrente muito possivelmente deve fazer um ajuste também.
  8. A Licença vitalícia era comercializada até uns anos atrás pela própria WHMCS. Infelizmente eles removeram essa forma de comercialização e agora só existe o plano de contratação mensal. O preço não lembro bem, mas acho que era 279 USD e 329 USD a versão "no-branding". Por sorte, adquiri em 2013 a minha licença lifetime, então também, periodicamente só tenho que comprar o "direito de atualização". Me arrependo de não ter adquirido uma segunda.
  9. cPanel parece que vai virar artigo de luxo de uns poucos provedores e/ou datacenters, que ainda conseguem oferecer ainda licenças ilimitadas. Quem é trabalhador pequeno, dono de poucos servidores pagará cada vez caro por pelo licenciamento, se quiser continuar utilizando esse sistema. Ainda mais com esses reajustes anuais. Espero que surja um painel maduro o suficiente para competir com o cPanel (seja o DirectAdmin ou qualquer outro) para que se faça concorrência, sem essa política de cobrança por conta individual. Enquanto cPanel reinar sozinho, quem perde é consumidor (É que nem a Intel no mercado de processadores, enquanto a AMD não criou a linha Ryzen, os processadores ficaram por anos com 4 núcleos. Bastou a AMD lançar o Ryzen com 8 núcleos, que até um i9 com 10 núcleos surgiu - o i7 de 7ª geração tem praticamente a mesma configuração que um i3 de 10ª geração graças à concorrência).
  10. O problema é que o Rafael quer isso para Plesk, a sua solução só serve para o cPanel. Para Plesk, não há, pelo menos na versão 7.9.2 esse recurso quando se configura o plano (não, ao menos, em "configurações do módulo").
  11. Note que você ressuscitou um tópico de 2016. Desde lá, com certeza a empresa anunciante passou por vários percalços financeiros. Valor do dólar; a mudança do licenciamento do cPanel; sem contar também a questão de inflação. Não sei dizer agora se nessa época já havia mudado também o licenciamento do WHMCS, que deixou de ter o programa de revendedores. E, como o o anunciante colocou ao final do seu post, a promoção era "válida por tempo limitado". Logo, não há como você querer os mesmos preços depois 3 anos e alguns meses.
  12. Você está participando da "disputa" de um domínio em "processo de liberação" ou em "processo competitivo"? Se for um domínio em processo de liberação, não há como fazer ofertas. E, a considerar que já tem mais uma pessoa com você, possivelmente esse domínio não será liberado. Se for em um processo competitivo, na sua listagem geral de domínios que você tem registrado, bem ao topo, deve estar este domínio que você está se candidatando. Sendo ele um domínio de "processo competitivo", haverá um botão grande em verde escrito "ofertas". Não precisa ir dentro das informações do domínio. Se não houver esse botão de "ofertas", então provavelmente esse domínio é de processo de liberação e cai no primeiro caso que te falei.
  13. Acho que isso tem a ver com o tempo de sessão. Por padrão é 1440 segundos (24 minutos). O seu "toda hora" é após esse intervalo ou é bem antes disso (por exemplo, 5 minutos)? Há um plugin para cPanel (MultiPHP INI Editor) em que é possível modificar esse parâmetro de forma bem simples e funcional. Basta alterar o valor que está em "session.gc_maxlifetime" para um valor superior, conforme desejado. Dependendo do servidor, não adianta setar o parâmetro session.gc_maxlifetime através de arquivos .ini ou .htaccess, que não surte efeito. Mas sempre que precisei, esse plugin resolveu o problema.
  14. Claro que uma coisa que deve ser pensada agora é a questão das integrações com painéis, dada essa "guerra" que foi lançada pelo cPanel. Seria interessante optar por um sistema que tivesse possibilidade de interagir com outros painéis, como Direct Admin e o CWP, pelo menos, que , ao que parece, são as tendências de migração. O WHMCS pelo que vi parece ter integração com o D.A. mas não sei como está o HostMGR com respeito a isso. E qual a intenção do desenvolvedor de incluir integração com estes outros painéis também.
  15. Como foi mencionado, há gerenciadores financeiros no mercado que fazem toda essa administração que você precisa. As licenças têm custo, verdade, mas se você colocar na ponta do lápis, o custo de uma licença, mesmo que mensal, pode ser bem menor do que o investimento em tempo de ter o curso, implementar, testar, colocar em produção... E se aparecer um bug de segurança crítica no seu projeto? Sem contar que com a aquisição de licença, você mantém suporte e atualizações, ou seja, você não terá custos para corrigir esses bugs ou investimento de tempo para tentar resolvê-los. A HostMGR, citada pelos colegas, tem, inclusive, uma licença "lifetime", que você paga uma única vez e depois não tem mais despesas, inclusive parece que todas as atualizações são grátis (não só por 12 meses). Eu não acho que o preço seja barato para o que o sistema oferece (R$500,00), mas esse valor com certeza deve ser menor do que o custo que você vai ter para desenvolver todo um sistema administrativo, com automação de faturas, cobrança de clientes, etc. Claro, mesmo comprando uma licença dessas, o software não é "seu", você não poderá fazer "mudanças", mas terá uma ferramenta que poderá atender ao que você precisa a um custo bem menor. O WHMCS agora só trabalha com licenças mensais, mas continua sendo um excelente gestor financeiro e administrativo. O problema é que o custo dele é mais salgado.

×
×
  • Create New...

Important Information

Está ciente?