Marketing direto

2

A maioria dos hosts se dedicam apenas as maneiras convencionais de marketing para atingir seus clientes em potencial e atrair mais clientes. Meios de propaganda como banners, diretórios de hosts, publicidade por clique (tipo Adwords) estão completamente saturados de anúncios de empresas de hospedagem. Apesar de ter se provado que é, de fato, um meio eficiente de trazer tráfego para o seu site, não implica em taxa de crescimento. Explico melhor: este tipo de anúncio atrai apenas clientes que estão online no exato momento que seu anúncio coincide de estar lá.

Há outros meios que a indústria de hospedagem precisa considerar como eficientes em vendas e marketing. Isso inclui os meios tradicionais de promover o seu negócio como publicidade impressa e marketing direto (ver Vá na direção oposta). Observe que as grandes empresas de hospedagem estão fazendo assim há anos. Especialistas de marketing dirão a você que o sucesso de uma lista de email ou de um telemarketing depende de duas coisas: do potencial da lista de possíveis futuros clientes e de quão atraente é a sua oferta.

Esta última está ligada ao fato dos hosts saberem o porquê dos seus clientes continuarem com eles e por quê eles continuam indicando os serviços. Se você decidir conduzir uma campanha de marketing, encontrar um nicho, com clientes em potencial pode ser bem difícil. Há milhares de listas que atingem as mais variadas pessoas. Porém a maioria filtra as pessoas apenas por tipo de empresa ou faixa etária, o que complica um pouco, visto que as mais variadas pessoas fazem uso dos serviços de hospedagem. Você precisa ter dados mais técnicos acerca de possíveis clientes. Felizmente, tecnologia recente pode extrair e desenvolver perfis de negócios online de websites e prover informações aos host sobre como abordá-los com pacotes adequados aos seus sites. Outro serviço online pode também identificar o tamanho e popularidade do site, quais tecnologias e linguagens de programação ele usa, permitindo saber como o site é mantido.

Tudo isto torna possível customizar planos e serviços que podem ser oferecidos, atingindo de maneira mais eficaz os clientes. Por exemplo, peguemos uma empresa que queira atrair clientes para o seu plano mais completo (ou seja, mais caro). No passado, ela tinha de confiar nos dados demográficos tais como porte da empresa para tentar determinar se valeria a pena uma abordagem. Entretanto, empresas com mais de 100 empregados não necessariamente gastam os tubos por serviços online. Entretanto, pequenas empresas com menos de 10 empregados podem ter 10 racks num datacenter em algum lugar. Identificar as necessidades poupa tempo e dinheiro.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here