Contratando seu primeiro funcionário

0
Este post tem 9 anos. Tenha isto em mente ao ler seu conteúdo.

Sua primeira contratação Depois de muito suor e sangue, trabalho até altas horas, passar fome, é hora de crescer. Já não dá mais para atender as ligações ou responder aos e-mails. E os pedidos não páram de chegar. Pois é, aparentemente, você é o próximo candidato a empregador. Chegou o momento de acrescentar um “colaborador” à sua euquipe. Vamos examinar as alternativas e os passos a serem tomados.

Identifique seus pontos fortes e fracos

Se você foi capaz de começar uma empresa de hospedagem sozinho e conseguiu crescer, você deve ter algum talento. A questão agora é saber se o seu talento basta para o nível de crescimento que você quer obter. Saber seus pontos fortes e fracos ajudam a determinar em que pontos você precisa de ajuda. Se conhecimentos administrativos e técnicos são seu forte, ótimo para você. Assim você consegue gerenciar tudo com um olho nos detalhes. Se você é expert em apenas umas destas áreas, fique do lado que sabe mais e deixe o novo contratado assumir suas fraquezas. Deste modo, dedique-se ao que sabe fazer melhor para otimizar o seu crescimento.

Lista de tarefas

O passo seguinte é identificar coisas a serem feitas, ou seja, as tarefas do contratado. Se você pertence à parte técnica, seu parceiro deve ser orientado ao ramo dos negócios, cujas habilidades devem ser em marketing, vendas e suporte ao cliente. Se é você o guru da administração, contrate um geek para gerenciar seus servidores, lidar com suporte técnico e ter uma atitude proativa em relação à operação dos servidores. É muito importante discriminar os itens com os quais precisa de ajuda, porque vai servir como guia na hora da seleção de funcionários. Dependendo do seu orçamento, talvez contrate apenas um funcionário ou uma equipe pequena com dois ou mais. Ter muitas tarefas para uma pessoa ou várias pessoas com poucas coisas a fazer não é eficiente. Na lista, descreva cada item e quem seria mais apropriado para lidar com ele.

Detalhes do emprego e remuneração

Agora que já sabe que precisa de um funcionário e o que o mesmo deve fazer, é o momento de ver os detalhes e determinar o valor a ser pago. Coloque no papel os detalhes da função (jornada, benefícios, estagiário/efetivo), as tarefas (rotinas), responsabilidades (poder de decisão, controle e autonomia), metas a cumprir e, enfim, o salário. É crucial deixar tudo explícito para que não existam surpresas no futuro quanto às atribuições do seu funcionário. Quanto ao valor da remuneração, meio e periodicidade, são coisas a discutir. Pequenas empresas podem contratar estagiários, porque são mais em conta, mas tenha em mente que seu conhecimento pode ser limitado (há exceções), e o barato pode sair caro. Veja uma lista de preços de acordo com a revista info.

 

Anunciando a vaga

O anúncio de emprego deve ser um documento detalhado que define as suas necessidades (contratante) e as responsabilidades do candidato (futuro contratado). Liste suas necessidades: escolaridade, habilidades, experiência, formação superior, etc. Há vários meios que podem ser usados para divulgar vagas, como fóruns especializados (Fórum do Host, Fórum cPanel), sites de emprego (Catho, Empregos, Vagas) e jornais. Use o “trabalhe conosco”, deixe um link no seu site para um formulário onde o candidato possa enviar seu currículo. Assim você tem uma base de candidados interna em potencial.

Selecionando e entrevistando

Quando os currículos começarem a chegar, selecione os candidatos adequados através de triagem. Esta decisão deve ser feita com base em experiência, qualificação e confiança do candidato. Antes de entrevistá-los, prepare uma lista de perguntas para ajudar a avaliar as capacidades de cada candidato e como eles podem contribuir para o seu negócio. Assim você pode conferir a performance dele e mostrar se tem potencial para trabalhar com você. Escolhendo Agora com todos os dados em mão, escolha um. Veja o que mais tem a contribuir para a sua empresa, que tem mais conhecimento aplicável, e com o qual é possível construir uma relação a longo prazo. Maturidade é um fator essencial. O tempo que você gasta procurando é valioso, então identifique bem o candidato correto. Não há nada pior do que passar por tudo isso e o candidado desistir da primeira semana de treinamento. Trabalhar com seu primeiro funcionário vai ser uma experiência interessante para você, particularmente se nunca teve chance de gerenciar alguém. Aprenda a delegar responsabilidades, você não tem mais que fazer tudo, mas também não quer sobrecarregar a “nova aquisição”. Invista no treinamento e você verá sua empresa crescer.

Alternativas

Se contratar um funcionário agora parece um sonho distante, mas você ainda sente que está operando além da sua capacidade, há solução. Terceirizar o seu suporte (ou a área que você dominar menos), pode ser uma alternativa. Se o gerenciamento do servidor está complicado, procure por pessoas (com referência) para fazer uma manutenção periódica ou mude para um serviço que ofereça servidores gerenciados. Otimize o suporte usando heldesks e atendimento online (recomendo o livezilla). Se precisar se ausentar, converse com um amigo da área para que ele preste suporte aos casos mais básicos, e nos mais complicados peça que ele lhe ligue.

Por último

Ao contratar funcionários, tenha em mente que é preciso seguir o que a lei manda. Faça pesquisas para saber quais são os direitos do empregado e os seus deveres como empregador. Isto evitará muita dor de cabeça no futuro. No mais, você deve encarar a contratação de um funcionário como sinal positivo de crescimento e expansão dos negócios. Boa sorte! Próxima semana, escreverei sob o ponto de vista do funcionário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here